PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

Luciano Huck elogia Greta Thunberg: 'Temos que acreditar nessa geração'

Luciano Huck no Papo de Segunda - Reprodução/vídeo
Luciano Huck no Papo de Segunda Imagem: Reprodução/vídeo

Colaboração para o UOL

19/05/2020 01h08

Luciano Huck é um entusiasta quando o assunto é o futuro. Não só o futuro do Brasil, mas o do mundo. Durante o Papo de Segunda de ontem, na GNT, o apresentador deixou claro que anda otimista em relação aos anos que vêm pela frente, tendo como o principal espelho a geração de jovens ativistas ambientais, influenciada pela sueca de 17 anos, Greta Thunberg.

"Sou uma pessoa otimista em relação ao futuro", afirmou Huck. "Hoje, a gente vê uma menina como a Greta pautando o mundo, dando bronca no presidente dos EUA, sendo o centro das atenções no Fórum Econômico Mundial e criando uma narrativa para um mundo mais sustentável. Se essa geração que está vindo por ai conseguir exercitar esse protagonismo, vai ser muito bom. É aquela coisa de colocar a mão na massa", disse ele.

O apresentador global chegou a fazer uma comparação com a sua própria geração para exemplificar o porquê de sua esperança no futuro: "Na nossa geração, as coisas foram se transformando na relação como se faz negócios, de como se faz as coisas. No entanto, quando vemos as políticas públicas e o mundo, que não conseguiram endereçar questões tão importantes como a da sustentabilidade, por exemplo, nós temos que acreditar nessa geração [dos jovens]".

"Não sei se é a geração Z ou a Millennial, não sei diferenciar, fico meio perdido, mas é essa geração que vem depois da gente que temos que acreditar", completou o apresentador do "Caldeirão do Huck" e do projeto "Jovens Inventores".

Outro tema abordado no programa foi o documentário "Um Crime Entre Nós", que debate a exploração sexual infantil no Brasil. A produção, dirigida por Adriana Yañez e produzida pela Maria Farinha Filmes, estreou nesta madrugada no GNT Play e tem participações de Luciano Huck, Dráuzio Varella, Jout Jout, entre outros.

"A sociedade brasileira tem uma fratura exposta que é essa questão da exploração sexual de crianças e adolescentes, e que precisamos, de fato, tratar isso", falou Huck. "O assunto é tão violento que, só de citá-lo, as pessoas não querem nem ouvir e saber sobre. Mas, precisamos escancarar esse problema e não ignorar que ele existe".

O apresentador acentuou: "Temos que mostrar os criminosos e onde acontece os crimes, para que as pessoas envolvidas tenham vergonha disso. O que acontece muito é de colocarem a culpa na menina, ao invés de culparem o explorador ou o molestador. Esses são os verdadeiros criminosos. O documentário levanta esse debate necessário".

O Papo de Segunda é exibido às segundas-feiras, às 22h30, no canal GNT.

TV e Famosos