PUBLICIDADE
Topo

Especial BBB20

Ex-BBB Gizelly diz que processará haters: 'Desejaram que fosse estuprada'

Ex-BBB Gizelly Bicalho  - Reprodução/Instagram
Ex-BBB Gizelly Bicalho Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL

25/05/2020 17h50

Gizelly Bicalho, participante do BBB 20, disse hoje, em vídeos postados na função stories do Instagram, que processará "todas as pessoas que cometeram, por meio da internet algum tipo de injúria, difamação ou calúnia" em relação a ela. A advogada criminalista citou como exemplo o caso de um homem que defendeu que ela fosse estuprada.

A ex-sister explicou que pediu a seguidores que mandassem a ela prints de perfis de detratores. "[Vou] fazer uma queixa crime e processar essas pessoas, inclusive pedir danos morais posteriormente. É assustador. Um homem escreveu, 'a Gizelly é uma p... v... e merece ser estuprada. Eu acho que isso foi a pior coisa que já vi na minha vida. Se vocês achavam que cibercrimes ficam impunes, não ficam".

"Vou fazer mil boletins de ocorrência, mil queixas-crimes. Hate usando meu nome não vai ter mais. Espero que os famosos da internet entrem comigo nessa para acabar com essa indústria de linchamento e ódio na internet, porque atrás dessa tela existe uma pessoa, sentimentos. Você tem noção do que é uma pessoa desejar que você seja estuprada?".

Gizelly não é a única participante do reality show que ameaçou entrar na Justiça em razão de injúrias na internet. Em abril, Pyong Lee disse que contratou sete advogados para processar pessoas que propagavam difamações e mentiras sobre ele.

Especial BBB20