PUBLICIDADE
Topo

Cleo Pires divulga análise de invasão de hackers no Instagram

A conta de Cleo Pires foi invadida em outubro; hackers fizeram postagem prometendo doar 1.000 iPhones - Reprodução/Instagram
A conta de Cleo Pires foi invadida em outubro; hackers fizeram postagem prometendo doar 1.000 iPhones Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

28/05/2020 18h01

Cleo Pires apresentou hoje à polícia uma análise sobre a invasão do seu Instagram no dia 16 de outubro de 2019.

De acordo com o estudo realizado por um especialista em segurança da Informação, o link postado pelos invasores não tinha como objetivo atacar ou atingir os dispositivos dos seguidores dela, e sim gerar cliques e dinheiro para os autores do crime. E funcionou: mais de 600 mil pessoas clicaram no endereço.

Trata-se de um novo golpe: alguns sites pagam por cliques ou tarefas realizadas em determinados links — por exemplo, os testes para provar que não é um robô. Esse serviço não infringe lei alguma; no entanto, os hackers usam meios ilegais para garantir muitos acessos. No caso da invasão ao Instagram de Cleo Pires, eles fizeram uma postagem prometendo doar mil iPhones.

"Na verdade o prêmio inexiste e o seguidor/usuário nunca chegará à página que lhe confere tal prêmio, uma vez que sempre lhe será solicitada a realização de uma nova tarefa, indefinidamente. É pela realização destas tarefas, downloads, verificações ou cliques, que o criminoso obtém sua remuneração", adverte o advogado Luiz Augusto D'Urso.

Cleo não foi a única celebridade vítima da invasão: o especialista afirma que os mesmos criminosos aplicaram o golpe nas contas de famosos como Ludmilla, Marina Ruy Barbosa, Robert Downey Jr. e Jason Momoa.

Famosos