PUBLICIDADE
Topo

Débora: audiência mostra que decisões do SBT não respeitam público

Luta livre exibida no SBT - Reprodução/SBT
Luta livre exibida no SBT Imagem: Reprodução/SBT

Do UOL, em São Paulo

28/05/2020 04h00

O vídeo da reunião ministerial divulgado na última sexta (22) após autorização do STF rendeu ampla cobertura da mídia, mas não foi o que aconteceu no SBT. No sábado (23), Silvio Santos cancelou a exibição do "SBT Brasil" porque não teria ficado satisfeito com o conteúdo produzido pela equipe do telejornal. O programa exibiria a repercussão da reunião, mas ela foi tirada da pauta pelo dono da emissora, que decidiu exibir "Triturando" em seu lugar.

No podcast UOL Vê TV #29, Chico Barney, Débora Miranda, Flávio Ricco e Mauricio Stycer comentam a atitude de Silvio Santos e suas consequências para o canal. "São decisões que desrespeitam o público. Além de tudo, a audiência mostra isso. Quem segue um jornal não espera que de um dia para o outro, e especialmente em um momento quente de noticiário, ele não esteja mais lá, ou que mudaram os apresentadores, alterações assim. A queda drástica de audiência mostra que as pessoas estavam em busca de informação, foram até lá e não encontraram", avalia Débora Miranda, editora de TV e Famosos do UOL (disponível no vídeo a partir de 14:20).

Para Débora, independentemente do posicionamento ideológico, todas as pessoas queriam estar a par do acontecimento. "Isso ficou muito claro com a cobertura tão extensa que a imprensa fez no fim de semana, todas as TVs e os canais pagos de notícias, que ficaram o tempo todo conectados com isso. Mais do que tudo, além de ser um desrespeito com os jornalistas que estão lá trabalhando, é um desrespeito com o público do SBT."

Flávio Ricco resslta um outro problema: o SBT cometeu uma falta grave no sábado por não ter atendido às duas horas previstas de conteúdo jornalístico. "Silvio Santos pode ser punido por isso", diz o colunista. "No que diz respeito ao jornalismo no SBT, Silvio Santos choca, mas não me surpreende."

"As movimentações confirmam o quanto a emissora caminha para a irrelevância total", diz Chico Barney. "A história não vai ser simpática a esse momento do SBT. O trabalho de muita gente talentosa vai virar nota de rodapé." (No vídeo a partir de 09:00)

"Hoje quem atrapalha o SBT é o Silvio Santos", completa Ricco. "Ele está muito presente como diretor da emissora e as decisões nunca foram muito acertadas. Faz trocas inúteis, como 'Fofocalizando' por 'Triturando', aposta em luta livre, o que não dá resultado nenhum, e agora a decisão de tirar o telejornal do ar. São atitudes que qualquer outro diretor de TV não teria."

Você pode ouvir o programa UOL Vê TV no Spotify, no Apple Podcasts ou em outros aplicativos de podcasts. No Youtube, a gravação do programa também é transmitida em vídeo. Podcasts são programas que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar -no computador, no smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Os podcasts do UOL estão todos disponíveis em uol.com.br/podcasts.

TV e Famosos