PUBLICIDADE
Topo

Âncora da CNN Brasil chora ao vivo ao falar de racismo com Toni Garrido

Cassius Zeilmann, da CNN Brasil, chorou após ouvir fala de Toni Garrido sobre racismo - Reprodução/CNN Brasil
Cassius Zeilmann, da CNN Brasil, chorou após ouvir fala de Toni Garrido sobre racismo Imagem: Reprodução/CNN Brasil

Do UOL, em São Paulo

29/05/2020 15h53

O âncora Cassius Zeilmann, da CNN Brasil, se emocionou e chorou ao vivo hoje durante o programa "Visão CNN". O telejornal recebia o cantor Toni Garrido para falar sobre racismo em uma semana marcada pela morte de um homem negro nos EUA, vítima da violência policial, o que provocou uma onda de protestos. O artista fez um relato sobre a situação vivida pelos negros no Brasil e os preconceitos diários.

Após ouvir a fala de Toni Garrido, Cassius pediu a palavra e começou a falar sobre seus tempos no Rio Grande do Sul, quando presenciou, segundo ele, diversas cenas de racismo. O apresentador disse que aprendia todos os dias com os outros âncoras do programa, Luciana Barreto e Diego Sarza, e que se emocionou com a fala do cantor.

"Toni, mais que uma pergunta, eu gostaria de te fazer na verdade um testemunho aqui, até porque acho que a Lu, o Diego e você têm muito mais autoridade. Como eu vim de um estado muito, mas muito preconceituoso, que é o Rio Grande do Sul, eu acho que, como testemunha, eu presenciei muitas cenas de racismo. Quando eu ia no mercado os seguranças sempre observavam o menino negro, quando eu ia num lugar público, num shopping, eu via que sempre monitoravam, seguiam o menino negro. Eu nunca senti na pele, me desculpe que eu fico muito emocionado, mas por isso que eu aprendo todo dia com a Lu, com o Diego, que eu não sei o que é isso, e tô aprendendo muito com você...", disse Cassius.

Com choro do colega, Luciana Barreto tomou a palavra novamente para seguir a entrevista. "A gente está muito mexido com essa história, nessa semana de protestos inclusive, isso que já é tão difícil no Brasil", afirmou a apresentadora.

Veja o momento do choro de Cassius Zeilmann na CNN:

Televisão