PUBLICIDADE
Topo

Angelina Jolie diz que divórcio foi para o 'bem-estar' dos filhos

Angelina Jolie acompanhada dos filhos Vivienne, Zahara, Shiloh e Knox - REUTERS/Peter Nicholls
Angelina Jolie acompanhada dos filhos Vivienne, Zahara, Shiloh e Knox Imagem: REUTERS/Peter Nicholls

Do UOL, em São Paulo

19/06/2020 16h05

Pouco menos de quatro anos após o divórcio de Brad Pitt, Angelina Jolie falou sobre o efeito que o acontecimento teve na vida dos filhos do casal.

"Separei para o bem-estar da minha família. Essa foi a decisão certa. Eu continuo focada na cura deles", disse a atriz em entrevista à revista Vogue.

"Alguns se aproveitaram do meu silêncio, e as crianças veem mentiras sobre si mesmas na mídia, mas eu as lembro que elas conhecem sua própria verdade e suas próprias mentes. Na verdade, são seis jovens muito corajosos e muito fortes", completou.

Jolie e Pitt ficaram juntos por 12 anos. Os atores começaram o namoro em 2004, oficializaram a união em 2014 e se separaram em 2016. Os dois são pais de Maddox, 18 anos; Pax, 16 anos; Zahara, 15 anos; Shiloh, 13 anos e os gêmeos Knox e Vivienne, de 11 anos.

Três dos seis filhos do casal, Maddox, Pax e Zahara, são adotados. Sobre a relação que mantém com eles, Jolie acredita que o mais importante é falar com abertura sobre o assunto.

"'Adoção' e 'orfanato' são palavras positivas em nossa casa. Com meus filhos adotivos, não posso falar de gravidez, mas falo com muitos detalhes e amor sobre a jornada para encontrá-los e como era olhar pela primeira vez", contou.

Após o divórcio, surgiram rumores de que Angelina Jolie e Brad Pitt brigavam na justiça por causa da guarda dos filhos.