PUBLICIDADE
Topo

John Legend aposta em vitória de Biden e diz que era Trump é 'catástrofe'

John Legend no Conversa com Bial - Reprodução/vídeo
John Legend no Conversa com Bial Imagem: Reprodução/vídeo

Colaboração para o UOL

10/07/2020 02h50

O premiado músico estadunidense John Legend, vencedor de Oscar, Grammy, Emmy e Tony, foi o convidado desta madrugada do "Conversa com Bial", na Rede Globo. Além de falar sobre o novo álbum, amor e pandemia, o astro também comentou sobre política. Ele acredita que Joe Biden vencerá Donald Trump nas eleições presidenciais.

"Biden está indo bem e subiu 14 pontos à frente de Trump, segundo o 'The New York Times', mas pesquisas não são tudo e podem mudar", disse Legend. "Por causa da estrutura do nosso sistema, as pesquisas nacionais importam menos que as estaduais, mas acho que Biden tem condições de vencer. O povo viu a catástrofe que foram os quatro anos de Trump, com uma crise atrás da outra".

Mudando a direção do bate-papo para a música, assunto em que Legend é especialista, o mais recente álbum do cantor, "Bigger Love", em que o amor é o tema central, foi lançado no mês passado em meio à pandemia do coronavírus e protestos do Black Live Matters.

Para o músico, o trabalho pode ser essencial para o momento turbulento em que o mundo se encontra: "Nós [se referindo à equipe] conversamos bastante se essa seria a hora certa para lançarmos o álbum, e sentimos que as pessoas precisam curtir as suas vidas, com o amor, com alguma conexão e acho que a música pode ajudá-las a suportar tudo isso pelo qual estamos passando".

Brasil

Querido do público brasileiro, Legend aproveitou para relembrar do videoclipe da música "P.D.A. (We Just Don't Care)", do álbum "Once Again", de 2006, que foi gravado no Rio de Janeiro e mostra casais namorando, sensualizando e se divertindo pelas ruas da cidade.

"É uma canção sobre o amor e o refrão diz: 'Vamos ao parque, quero te beijar sob as estrelas, talvez a gente vá longe demais, a gente não liga, a gente não liga'", cantarolou ele à capela.

Sobre os casais do vídeo, Bial alertou que dependendo do país, como o Japão, por exemplo, essa demonstração de afeto em público pode ser algo perigoso, mas que no Brasil é aceito e até se exagera em muitas vezes.

Legend riu, e teve que concordar com o apresentador: "Sim, em alguns países isso é malvisto. Mas acho que o Brasil aceita, então está tudo bem".

O "Conversa com o Bial" vai ao ar de segunda à sexta-feira após o Jornal da Globo.

TV e Famosos