PUBLICIDADE
Topo

Carla Vilhena: 'Não sigo novela, mas fiquei órfã de Amor de Mãe'

Regina Casé e Chay Suede em "Amor de Mãe" - Reprodução / Instagram
Regina Casé e Chay Suede em 'Amor de Mãe' Imagem: Reprodução / Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/07/2020 04h00

A Globo deveria reprisar a primeira metade de "Amor de Mãe" quando a novela voltar ao ar? Depois de muitas idas e vindas nas datas, a emissora anunciou recentemente que a retomada das gravações da trama das nove está prevista para ocorrer em 10 de agosto. No podcast UOL VÊ TV #37, Chico Barney, Débora Miranda, Mauricio Stycer e a jornalista Carla Vilhena, que faz uma participação especial nesta edição, comentam o retorno do folhetim televisivo de Manuela Dias (disponível no vídeo a partir de 41:15).

"Dei azar porque estava adorando 'Amor de Mãe'", revela Carla.

"Eu não sigo novela, mas desde o primeiro capítulo fiquei impactada. A Regina Casé estava maravilhosa. Gostaria que viesse um compacto, sim, tipo um lembrete que tem nas séries. Ela foi diferenciada. Desde o início foi uma novela com uma linguagem diferente. Fiquei órfã de 'Amor de Mãe', completa a jornalista.

Para Barney, a novela "vai virar um marco de tabus da TV". "Todo mundo vai querer saber como ela seria originalmente", opina o colunista do UOL.

Você pode ouvir o programa UOL Vê TV no Spotify, no Apple Podcasts ou em outros aplicativos de podcasts. No Youtube, a gravação do programa também é transmitida em vídeo.

TV e Famosos