PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Morre Chica Xavier, atriz de 'Sinhá Moça' e 'Renascer', aos 88

A atriz Chica Xavier (à dir.), que morreu hoje aos 88 anos, com o marido Clementino Kelé - Reprodução/Instagram
A atriz Chica Xavier (à dir.), que morreu hoje aos 88 anos, com o marido Clementino Kelé Imagem: Reprodução/Instagram

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

08/08/2020 13h09

A atriz Chica Xavier, que ficou conhecida por papéis em novelas como "Sinhá Moça" e "Renascer", morreu na madrugada de hoje aos 88 anos. Ela estava internada no Hospital Vitória, no Rio de Janeiro, e lutava contra um câncer no pulmão.

A notícia foi confirmada ao UOL pela comunicação da Rede Globo. Ela deixa o marido, o ator Clementino Kelé, com quem é casada desde 1956, três filhos (Christina, Izabela e Clementino Junior) e três netos (Ernesto Junior, Luana Xavier e Oranyan).

Trajetória na Globo

Após início no teatro, Chica se destacou na Globo nos anos 70, a partir do papel de Rosa em "Os Ossos do Barão" (1973). Na mesma década, apareceu também em títulos como "Senhora" (1975), "Saramandaia" (1976) e "Dancin' Days" (1978).

A "Bá" de "Sinhá Moça" (1983) e Inácia de "Renascer" (1993) a mantiveram em evidência no elenco da emissora. Apareceu também em "O Rei do Gado" (1996) e "Por Amor" (1997), além de interpretar Mabel no seriado "Sandy & Júnior" (1999).

O último trabalho na Globo veio em 2012, ano em que apareceu na novela "Cheias de Charme", onde interpretou Cleonice.

Outras paixões

Em 1999, lançou o livro "Chica Xavier Canta Sua Prosa", que reunia cantigas e rezas que compôs durante mais de 30 anos. O volume foi ilustrado pela filha, Izabela, e contou com prefácio de Miguel Falabella, que Chica considerava um "filho de coração".

Ela também era presença marcante no cinema nacional, participando do clássico "Assalto ao Trem Pagador" (1962), de Roberto Farias, e de outros filmes, como como "Inocência" (1983), "A Partilha" (2000) e "Nosso Lar" (2010).

Televisão