PUBLICIDADE
Topo

Quem é Julia Gama, a gaúcha que vivia na China e foi coroada Miss Brasil

Julia Gama, coroada Miss Brasil 2020 - Divulgação
Julia Gama, coroada Miss Brasil 2020 Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

21/08/2020 14h58

O Brasil conheceu ontem, em um anúncio feio online, sua nova Miss Brasil. A vencedora, que representará o país no Miss Universo, é a modelo e atriz gaúcha Julia Gama, uma morena de 27 anos e 1,76 m que fala quatro idiomas, incluindo mandarim, espanhol e inglês.

Que a realização do meu sonho seja exemplo de tudo que é possível criarmos para as nossas vidas. Que nos lembre que não há vergonha em ter ambição. Que fomos feitos para isso. Somos criadores, não criaturas. Nascemos para sermos gigantes. Tenho tudo isso dentro de mim e sei que vocês também têm dentro de vocês
Julia Gama comemorando vitória no Miss Brasil

Ficou curioso(a) sobre ela? Cola aí embaixo que te contamos mais

Veterana em concursos de beleza

Antes de ser Miss Brasil, Julia chamou atenção pela primeira vez ao ser coroada no concurso A Mais Bela Gaúcha de 2012. Dois anos depois, venceu o Miss Mundo Brasil, que a levou ao tradicional Miss Mundo, realizado em Londres. Ela chegou ao Top 11 do concurso.

Modelo na Ásia

De lá para cá, Julia mudou de ares e passou a viver morar bem longe, na China. Entre 2016 e 2019, trabalhou bastante como garota-propaganda de várias marcas famosas do país, onde também desenvolveu habilidades de atuação.

Foram anos incríveis e sou grata por todo o aprendizado e acolhimento do povo chinês. Mas eu já estava com vontade de voltar para o Brasil e contribuir para o futuro do meu país
disse ela ao "Gshow"

Pisciana

Nascida em Porto Alegre no dia 18 de março de 1993, ela estudou três anos de engenharia química pela UFRG. Foi nessa época que ela decidiu seguir a vocação artística. Julia atua em causas sociais, que incluem, principalmente, o trabalho de conscientização sobre a hanseníase.

Amante do esporte

Segundo sua biografia oficial, a modelo sempre gostou de realizar atividades físticas. Chegou a participar de campeonatos infanto-juvenis de patinação artística e também praticou outras modalidades, como como vôlei, judô e boxe.

Quase desistiu

Julia, que no passado não usava salto, maquiagem e tinha vergonha de vestir biquíni, não cogitava mais competir depois de ir para China, mas foi dissuadia pelo empresário Winston Ling, dono da franquia Miss Brasil. Ela diz ter topado o desafio também para voltar a se posicionar artisticamente no país natal.

Rare . . . #beach #praia #girl #brasil #vacation #travelphotography

Uma publicação compartilhada por Julia Gama (@juliawgama) em

Causa social

Aliás, voltando esse assunto, a miss é embaixadora Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase e já falou nas redes sociais sobre o assunto. "Brasil é o segundo no mundo em casos da doença. Isso não é aceitável, e só acontece porque nós estamos nos omitindo", escreveu.