PUBLICIDADE
Topo

Televisão

A Força do Querer: 'Mulher deve estar onde ela quer', diz Paolla Oliveira

Paolla Oliveira, interpretando Jeiza, em "A Força do Querer" - Divulgação/TV Globo
Paolla Oliveira, interpretando Jeiza, em "A Força do Querer" Imagem: Divulgação/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

17/09/2020 18h35

Paolla Oliveira afirmou que queria encontrar uma mulher diferente do que ela era para dar vida à Jeiza, sua personagem policial em "A Força do Querer", de 2017, que retorna ao horário nobre da TV Globo na próxima segunda-feira (21). A atriz revela que toda as críticas a marcaram e mudaram sua percepção sua interpretação na trama.

"Eu queria encontrar uma mulher que fosse diferente de mim e fui juntando as características que a Gloria me apresentou. Mas a principal coisa não foi o físico. O físico eu já mudei agora. Eu até tentei continuar, mas não consegui. A gente modifica o corpo o tempo todo. Mas o que mais ficou disso tudo foram as pessoas falando que eu não tinha nada a ver com uma lutadora, policial. Os questionamentos me marcaram", afirmou Paolla em entrevista virtual à emissora.

Na história, além de exercer a função de policial, Jeiza também é lutadora de MMA (Artes Marciais Mistas). Porém, para Paolla, mesmo estando em um contexto masculinizado, a mulher pode ser feminina, tendo liberdade em suas ações.

"Houve um questionamento até sobre o figurino que a Jeiza fosse usar. Em que lugar está escrito que se a mulher está dentro de um contexto masculino, ela deve se masculinizar? E aí eu levantei a bola de que 'por que ela não pode ser feminina e estar em um contexto como esse?'. Toda mulher deve estar onde ela quer estar e deve ser como ela quer ser.'"

Televisão