PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

Influencer que tratava câncer morre após contrair coronavírus

Do UOL, em São Paulo

08/10/2020 08h30

A influenciadora digital Ana Paula Rubini, de 30 anos, morreu no último domingo (4) devido ao coronavírus, informou a família nas redes sociais. A influenciadora, que lutava contra um câncer, contava com mais de 133 mil seguidores no Instagram e mais de 400 mil no TikTok.

Ana Paula enfrentava um linfoma não-Hodgkin pela segunda vez quando, no fim de agosto, teve o resultado positivo para a covid-19.

"Era só o que faltava. Acabamos de receber o resultado da covid, e sim, deu positivo... faz uns 7 dias que perdi o paladar, mas como tenho quimioterapia recente no corpo, imaginava que podia ser dela. Não vou poder transplantar por enquanto, mas o criador sabe de todas as coisas", escreveu no Instagram.

A família de Ana Paula publicou um vídeo emocionante no TikTok com a legenda "nossa princesa descansou" para informar o falecimento da influenciadora digital. Ela deixa o marido e a filha de 10 anos.

História com o câncer

Em um vídeo publicado em seu Instagram, Ana Paula contou que descobriu seu primeiro linfoma não-Hodgkin em 2013. Com o tratamento, ela conseguiu se curar e voltava ao médico para fazer avaliações gerais. No entanto, em novembro de 2019, ela foi diagnosticada pela segunda vez com linfoma não-Hodgkin. Desde então, a influenciadora fazia tratamento contra a doença.

No TikTok, Fabio Rubini, sobrinho da influenciadora e que sempre esteve ao lado da tia no hospital e informando o estado de saúde dela nas redes sociais, agradeceu ao carinho dos fãs.

"Como prometido, vou continuar postando os vídeos que ela deixou salvo... obrigado pelo carinho de todos", escreveu.

TV e Famosos