PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Linda Evangelista diz crer em mulheres que acusam ex-marido de assédio

Linda Evangelista durante premiação em 2015 - Getty Images
Linda Evangelista durante premiação em 2015 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

17/10/2020 08h32

A modelo Linda Evangelista defendeu mulheres que acusam seu ex-marido, Gérald Marie, de ter cometido abusos sexuais e estupros. Em uma entrevista à revista do jornal "Guardian", a canadense de 55 anos afirmou que crê nos relatos dados por elas.

Linda foi casada com o ex-diretor da agência de modelos Elite na Europa entre 1987 e 1993. Ele já havia tido o nome envolvido em acusações deste tipo e, em uma reportagem do The Sunday Times, duas ex-modelos relataram casos de assédio e estupro.

"Durante meu relacionamento com Gérald Marie, eu não sabia nada dessas alegações sexuais contra ele, então não pude ajudar essas mulheres", disse Evangelista.

"Ouvi-las agora, e com base nas minhas próprias experiências, acredito que estão falando a verdade. Parte meu coração, porque são feridas que talvez nunca vão cicatrizar, e eu admiro a coragem delas e a força para falarem sobre isso agora."

As acusações

Diretor da agência de modelos Elite por 25 anos, Gérald Marie foi acusado de assédio sexual e estupro por duas ex-modelos, segundo o jornal The Sunday Times.

getty - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Promotores começaram a analisar as alegações para avaliar a abertura de um processo.

Segundo o The Sunday Times, uma das vítimas tinha 17 anos na época do crime e, a outra, 20. À publicação, Marie negou as acusações. "Não seria apropriado comentar, neste momento, sobre as alegações de irregularidades sendo feitas contra mim, a não ser para deixar claro que eu as nego categoricamente", afirmou.

As ex-modelos Carré Otis, 51, e Jill Dodd, 60, afirmam que estão se manifestando publicamente com o intuito de incentivar outras modelos e ex-profissionais a falarem, caso tenham passado por situação parecida, e protegerem as jovens mulheres da indústria da moda, que podem estar sofrendo violências sexuais.

Marie é alvo de denúncias de violações contra modelos há mais de 20 anos. Um dos casos relatados à agência Elite, em 1999, foi o de uma repórter que se passou por aspirante a modelo e disse que recebeu do diretor da agência, Marie, a proposta de manter relações sexuais com ele por US$ 450 (cerca de R$ 2,5 mil atualmente).

Famosos