PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Após perder neto, Neguinho da Beija-Flor está 'metendo o pé do país'

Do UOL, em São Paulo

21/10/2020 10h22Atualizada em 21/10/2020 10h38

Após a morte do neto Gabriel Ribeiro Marcondes, de 20 anos, o sambista Neguinho da Beija-Flor disse considerar a possibilidade de deixar o Brasil.

"No Brasil, basta nascer preto para ser suspeito. Por isso, estou metendo o pé do país", contou ao Extra.

Gabriel foi baleado na madrugada de domingo (18) durante um baile funk no Morro da Bacia, no distrito de Miguel Couto, no Rio de Janeiro.

Segundo a Polícia Militar, agentes foram recebidos a tiros por participantes da festa, que bloqueava a rua e não tinha autorização para ocorrer. Gabriel chegou a ser socorrido por policiais do 20º BPM (Nova Iguaçu) para o Hospital da Posse, mas não resistiu.

Durante o velório do neto, realizado na segunda-feira (19), Neguinho da Beija-Flor também contou que os planos da família estão mudando desde então.

"Ele [Gabriel] era um menino bom. Estava armando a tenda, e segundo informações que tive, era um lugar perigoso. Estava lá armando a tenda e isso aconteceu. Parece que houve uma operação, e uma troca de tiros com um pessoal. Além do Gabriel, tenho um filho que também trabalha nisso. A partir de agora não vai mais exercer esta atividade. É perigoso", disse.

Gabriel trabalhava montando tendas em eventos. No dia do incidente, era o que ele fazia no momento da troca de tiros e da chegada dos policiais no Morro da Bacia.

Famosos