PUBLICIDADE
Topo

Cantora gospel é agredida pelo marido em shopping no Rio

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

25/11/2020 08h21

A cantora gospel Quesia Freitas foi vista sendo agredida pelo marido, Bruno Feital, no Americas Shopping, no Recreio, zona oeste do Rio. As agressões foram gravadas e um vídeo foi divulgado pelo irmão da vítima nas redes sociais, na segunda-feira (23).

Nas imagens, é possível ver o homem segurando Quesia com força pelo braço, enquanto ela tenta se desvencilhar do marido. No vídeo é possível ouvir uma mulher dizer: "Solta ela, solta ela!". Pelo menos três homens aparecem para intervir na situação e cercam o agressor.

Nas redes sociais, o irmão da vítima, o cantor, Juninho Black, relatou que Quesia está sendo agredida há mais de um ano.

"Minha irmã vem sofrendo tortura psicológica, abuso emocional, agressões físicas e coação. Resolvi trazer a público o caso depois de perodar várias vezes. Ele a agrediu dessa vez em público (...) Família, não quero que minha irmã caia nas estatísticas de feminicídio", disse ele no post.

Juninho contou ainda que possui outros vídeos da agressão. "A gente só acredita quando acontece dentro da nossa família e infelizmente está acontecendo com a minha irmã".

Somente na página do cantor, o vídeo já registra mais de 158 mil visualizações. No relato feito no Instagram, Juninho Black marcou o cunhado. A página dele está fechada e sem foto no perfil.

De acordo ainda com o irmão da vítima, o marido de Quesia fugiu e até o momento não foi encontrado pela polícia. A cantora gospel está sob medida protetiva.

O UOL tenta contato com os envolvidos e atualizará a reportagem assim que receba os posicionamentos.

Casos anteriores

O delegado, Alan Luxardo, da Delegacia do Recreio dos Bandeirantes, disse que a cantora já havia registrado um boletim de ocorrência contra o marido recentemente.

"Tem um registro de lesão corporal, Lei Maria da Penha de alguns meses. Foi encaminhado para a Justiça. O novo registro foi feito e ela está sob medidas protetivas", informou Luxardo.

O delegado não comentou o que motivou as agressões e disse que o autor foi intimado a depor. No entanto, o marido da cantora ainda não compareceu à delegacia.