PUBLICIDADE
Topo

Jake detona Mateus: 'Acho que você cuspiu pra cima e caiu na cara'

A Fazenda 2020: Jakelyne Oliveira e Mateus Carrieri discutem após a 12ª roça  - Reprodução/Playplus
A Fazenda 2020: Jakelyne Oliveira e Mateus Carrieri discutem após a 12ª roça Imagem: Reprodução/Playplus

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/12/2020 01h55

Ao longo da madrugada de hoje, em "A Fazenda 2020", Jakelyne Oliveira e Mateus Carrieri discutiram asperamente após o ator, que é o fazendeiro da semana do reality show da RecordTV, ter indicado a modelo para a 12ª roça sob justificativa de falta de verdade.

Em papo com Stéfani Bays, no quarto, Jakelyne desabafou que a justificativa do peão não fazia sentido e ironizou pedindo a sua assessoria para montar um vídeo de Mateus falando de incoerência e sendo incoerente com apenas uma semana de diferença no jogo.

Pô, tô brava de não falar o mais óbvio de tudo. Incoerência falar, falar, falar e fazer a mesma coisa. Julgar e depois fazer a mesma coisa. Sabe o que eu tô pensando? Fazer um videozinho da pessoa julgando e depois por a fala da pessoa fazendo a mesma coisa. Ia ser a maravilhoso e engraçado".

O que a modelo não esperava é que Mateus Carrieri estivesse no quarto e a confrontasse. "Onde você achou que foi incoerente e fiz a mesma coisa, Jake?".

"Quando você julgou a Lidiane na semana passada falando que vocês tiveram brigas homéricas e escolheu o Mariano, sendo que o mais óbvio era escolher você", criticou Jake.

"Sim, eu tinha acabado vetá-la. Isso teve um pequeno espaço de uma semana. Não tem um espaço de dois minutos", retrucou Mateus.

Em seguida, os peões engataram uma longa discussão sobre o certo e errado dentro do confinamento de "A Fazenda 12".

Jakelyne Oliveira: Independente de ter sido vetado, vocês que sempre tiveram uma briga e ela não seguiu o coração.

Mateus Carrieri: Eu não posso mudar de opinião? Eu tava magoado com duas pessoas. Eu pesei na balança e escolhi quem queria.

Jakelyne Oliveira: Que bom. A sua função como fazendeiro é pesar na balança e escolher quem você quer. Tá ótimo. Eu tô no meu direito de achar que foi incoerente.

Mateus Carrieri: Você tem o direito de achar o que quiser. Só te peço para falar uma coisa pra mim direto. Ou você não percebeu que eu estava aqui?

Jakelyne Oliveira: Pra ser bem sincera, eu tava conversando com a Stéfani.

Mateus Carrieri: Sim, mas a gente tá diviidindo um quarto. Você viu que eu tava aqui. É só chegar e falar. Se quiser fazer o que o Biel fez uma vez e você ficou pu**, pode fazer. Que é ficar falando com outra pessoa para eu ouvir.

Jakelyne Oliveira: Eu acho que eu posso desabafar com as minhas amigas e na hora que quiser conversar com você, eu converso. Eu estou respeitando seu julgamento.

Mateus Carrieri: Tá bom, Jake. É do jogo.

Jakelyne Oliveira: Pode deixar que se eu quiser falar alguma coisa, eu chego em você e falo.

Mateus Carrieri: Eu prefiro.

Jakelyne Oliveira: Até amanhã tem muita coisa pra falar e tem um trato todinho para falar com você. Da mesma forma que eu senti que errei e cheguei em você para conversar, se eu quiser te dizer algo falarei.

Mateus Carrieri: Jake, você conversou e continuou com seu argumento que, pra mim, não convenceu. Desculpa. Eu não vou ficar brigando e não fui pra roça com seu voto porque o Biel me salvou. Deixei passar, mas aquilo fica registrado. Você falar que votou no Mariano para proteger o Mariano nunca vai me convencer. Você quis tirar o seu da reta.

Jakelyne Oliveira: Até onde eu lembro, meu voto não fez diferença para você ir para a roça.

Mateus Carrieri: Não, fez.

Jakelyne Oliveira: Não precisa gritar, não. Nós estamos conversando.

Mateus Carrieri: Estava 2 a 2 quando você votou em mim.

Jakelyne Oliveira: Uma coisa que eu tô em paz é que você usou 'não senti sinceridade'.

Mateus Carrieri: Não senti.

Jakelyne Oliveira: Tudo bem. Aqui estamos lidando com seres humanos e cada um vai achar coisa de cada um. Eu tô muito em paz em relação a isso porque fiz o que meu coração mandou.

Mateus Carrieri: Eu tô em paz de não ter votado na Lidi hoje.

Jakelyne Oliveira: Outra coisa: quando eu te pedi desculpas foi do coração. Tanto é que as pessoas que conversei, deixei claro o quanto estava chateada. Ainda falei pra você e você falou 'não precisa defender o Mariano desse jeito que ele sabe se defender'. Na hora que te pedi desculpa, poderia ter falado 'Jake, não senti verdade no que você falou e acho que você tirou o seu da reta'. Você poderia ter falado.

Mateus Carrieri: Não quis falar naquela hora.

Jakelyne Oliveira: Então, pronto. Eu tô muito em paz com seus argumentos em relação a ser sincera ou não.

Mateus Carrieri: Quando você me puxou para a baia, você me deu três argumentos que não me convenceu. Você me levou para ser alvo.

Jakelyne Oliveira: Pra mim, era muito óbvio que a Jordana ia mandar o Gabriel. Eu ia puxar a Lidi pra quê? Entre você e a Lidi, ela é a minha prioridade.

Mateus Carrieri: Então chega e fala isso.

Jakelyne Oliveira: Eu falei. Não estou chateada por você ter me mandado. Seus argumentos são seus argumentos, mas acho que você cuspiu pra cima e caiu na cara. Semana passada você criticou a Lidi por fazer a mesma coisa que você fez.

Mateus Carrieri: Não foi a mesma coisa que ela fez. Eu fiz o que meu coração mandou.

Jakelyne Oliveira: Então, tá tudo certo.

Mateus Carrieri: Olha, você tem muita chance de voltar fazendeira amanhã. Então, tá tudo certo. Eu não cuspi para cima.

A Fazenda 2020: Quem deve se livrar da roça e virar a fazendeira da semana?

Enquete encerrada

Total de 5993 votos
42,48%
Reprodução/RecordTV
40,38%
Reprodução/RecordTV
17,14%
Reprodução/RecordTV
Total de 5993 votos

Valide seu voto