PUBLICIDADE
Topo

Na roça, Jake cutuca Mateus e leva invertida: 'Não senti sinceridade'

A Fazenda 2020: Mateus em noite de votação - Reprodução/Playplus
A Fazenda 2020: Mateus em noite de votação Imagem: Reprodução/Playplus

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/12/2020 00h11

Indicada para a 12ª roça de "A Fazenda 2020", Jakelyne Oliveira se mostrou incomodada com a justificativa de Mateus Carrieri sobre a falta de verdade em suas atitudes, no confinamento na RecordTV.

Não concordo. Quando eu votei nele, era para defender o Mariano e não a mim mesma. Até porque, se fosse esse o intuito, eu não teria votado em você. Quando te puxei para a baia, eu expliquei o motivo, mas se não entendeu o motivo, tudo bem. Eu, sinceramente, acho que ele não votou na Lidi porque a casa manda ela e pode matar dois com uma cajadada só. E, principalmente, como ela acabou de voltar de uma roça que ele tinha certeza que sairia, no ponto de vista dele, ela é uma candidata forte aqui dentro e preferiu não se indispor. Eu tava sentindo que isso ia acontecer e tudo certo".

Questionada por Mion se houve um problema de relação no jogo, a modelo confirmou que se desentendeu com o peão ao longo do confinamento.

Tive problema, sim. Tanto é que quando indiquei, chamei ele e pedi desculpa. Falei que o que mais me entristecia não era estar na roça. O que me entristecia era ter votado numa pessoa que tinha consideração. Não consegui ficar em paz quando pedi desculpas. Eu tô em paz, Mion. Quando ele aceitou as minhas desculpas, eu aceitei de coração aberto. Se ele só me desculpou da boca pra fora, não tem como argumentar. E se foi da boca pra fora ou não, você fez com eu melhorasse no jogo. Você não era a minha última prioridade".

Mateus Carrieri pediu a palavra para Mion, por entender que não houve sinceridade nas palavras de Jakelyne Oliveira, na sua defesa de voto.

Eu vou rebater. Na verdade Jake, eu acho que você não continua sendo sincera. Quando você votou em mim, estávamos os dois sendo votados. Na verdade, você não quis deixar o Mariano. Quis proteger você mesma. Se eu fosse pra roça, sabia que eu não puxaria o Mariano. Mas se você fosse pra roça, você também não puxaria o Mariano. Então, na verdade, o intuito era você não ir para a roça. Mas é mais bonito para o Brasil, que eu acho e senti, é falar que votou em mim pra proteger o Mariano, mas você estava protegendo a si mesma. Então, você votou em mim para eu ir para a roça.

No segundo exemplo, você me levou para a baia e não me convenceu. Na verdade, o motivo mesmo era que eu fosse um alvo das pessoas que fossem votadas e não porque fiz as pazes com a Teté ou brinquei que você fugiu da vaca da ordenha. Na verdade, quando a gente puxa para a baia, a gente tem um motivo. O motivo é tentar se proteger me mandando e tudo bem. Acabo de falar: é licito e do jogo. Só gostaria que você falasse como eu falei pro Biel e pra Raissa. Tá tudo gravado. Então, eu prefero a resposta direta e sem parecer muito bonzinho. Desculpa, não senti sinceridade".