PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Caso Melhem: 'Não queremos acabar com a vida de ninguém', diz advogada

Do UOL, em São Paulo

04/12/2020 14h56

O caso de assédio sexual envolvendo o ex-diretor da área de humor da Globo, Marcius Melhem, dominou as discussões das redes sociais após a publicação da matéria da revista Piauí hoje. Em entrevista ao vivo no UOL, Mayra Cotta, advogada das vítimas, e Manoela Miklos, cientista política, esclareceram que não embarcaram no caso a fim de destruir a reputação do ator e diretor.

"A gente não sai por aí tentando acabar com a vida das pessoas. A gente se convenceu da gravidade desse caso quando começou a ouvir várias mulheres e a gente via muita conexão dos casos, da maneira de agir. Ficamos convencidas da seriedade do caráter sistêmico deste caso", relembra Mayra.

Manoela explica que nem todas as vítimas conseguem se sentir à vontade para denunciar e se expor após uma situação de violência.

"Esses casos são sobre atropelar planos, desejos, vontades. Vale a gente imaginar que quando uma vítima não quer falar, ela está com medo e ele não é infundado. Ela geralmente tem um medo bem fundamentado e estão olhando de uma assimetria de poder. Elas são revitimizadas, cobradas, escrutinadas, na mesma magnitude da violência sofrida. O que a gente pode fazer é devolver a elas esse tempo que é tirado delas", diz.

Durante a entrevista ao UOL a advogada disse também que o caso é "tentativa de estupro".

Famosos