PUBLICIDADE
Topo

Materiais de Renato Russo são apreendidos; há músicas inéditas, diz polícia

Tatiana Campbell

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

09/12/2020 13h02

A Polícia Civil do Rio de Janeiro apreendeu novos materiais do cantor e compositor Renato Russo em um depósito em Cordovil, na Zona Norte da cidade. Segundo os agentes, as 91 fitas eram utilizadas por uma gravadora.

Entre as obras do artista que foram encontradas pelos policiais, algumas são inéditas, segundo a corporação. O material será entregue a Giuliani Manfredini, filho do cantor.

Denominada como "Operação Tempo Perdido", essa ação de hoje da Polícia Civil foi um desdobramento da Operação Como Será. O trabalho foi coordenado por agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM).

Primeira fase foi em outubro

Em outubro, a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão em um estúdio na Zona Sul do Rio de Janeiro para procurar músicas inéditas do cantor e compositor. A ação ocorreu após uma denúncia do filho do artista.

Na ocasião, os policiais disseram ter encontrado um documento que cita 30 músicas nunca lançadas oficialmente. Entre elas, segundo os agentes, estão versões de canções da Legião Urbana e algumas que podem ser inéditas. Produtores musicais que trabalharam com a obra de Renato Russo negaram que os materiais tenham músicas inéditas.

Entre as obras do artista que foram encontradas pelos policiais, algumas são inéditas, segundo a corporação. O material será entregue a Giuliani Manfredini, filho do cantor