PUBLICIDADE
Topo

Paulo César Pereio sobre viver no Retiro dos Artistas: Maneira de me salvar

O ator Paulo César Pereio em foto de 2012 - Manuela Scarpa / Foto Rio News
O ator Paulo César Pereio em foto de 2012 Imagem: Manuela Scarpa / Foto Rio News

Do UOL, em São Paulo

13/12/2020 08h22

Aos 80 anos, Paulo César Pereio vive desde março, início da pandemia do novo coronavírus, no Retiro dos Artistas. Em entrevista ao jornal Extra, ele descreveu a decisão como "uma maneira de me salvar".

"Estou aqui desde o começo da pandemia, dessa crise do coronavírus. Achei que vir para cá seria uma maneira de me salvar. Vim para sobreviver. Eu moro em São Paulo, tenho meu apartamento lá. Não teve outro jeito. Mas estou bem de saúde", contou.

Pereio disse que a decisão de morar no local não tem a ver com dificuldades financeiras. "Trabalhei bastante e nunca fiquei nem estou na penúria. O fato de eu estar aqui pode dar a ideia de que o cara está retirado, mas não estou. Ando aqui com uma tranquilidade absoluta, o que eu não poderia fazer na rua. Aqui tenho comida, sou bem cuidado e estou protegido", explicou.

O ator disse que tem "muita coisa para fazer" quando a pandemia passar. "Tenho um filme do Ruy Guerra (diretor), que estava para começar. Combinamos de filmar uma continuação de 'Os fuzis'. Agora também não sei, porque soube que ele está adoentado. Mas tenho também um outro roteiro para filmar", adiantou.

Pereio contou que os filhos Thomaz e João — de seu casamento com Cissa Guimarães — o visitam no Retiro. "O mais novo, Gabriel, mora em Itacaré, na Bahia (...) Outro dia fui na casa da minha filha mais velha, a Lara. Tenho três netos também, e acho que eles gostam de mim. Espalhei meu código genético pelo mundo", disse.