PUBLICIDADE
Topo

Famosos

'Momento em que mais me senti sozinha', diz Fê Paes Leme sobre covid-19

Fernanda Paes Leme  - Reprodução/Instagram
Fernanda Paes Leme Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/12/2020 09h15

Fernanda Paes Leme, que teve Covid-19 em março, contou que teve sequelas da doença e que demorou quatro meses para voltar a se sentir bem. Em entrevista ao canal de Astrid Fontelle no YouTube, a atriz revelou que a pandemia despertou sua sensibilidade.

"Tive várias sequelas. Agora acredito que esteja zerada. Hoje me sinto forte, mas até julho não me sentia forte. Tive Covid em março. Brinco que fui consultora de Covid, mas na verdade, isso vem com muita compaixão, muito amor, muita seriedade sobre o assunto. Não teve uma pessoa, mesmo as que eu tinha pouca intimidade e conseguiram contato comigo direto, que eu não tenha ajudado. Eu fiquei muito sensibilizada, muito mais do que eu era antes. Acho que fui uma pessoa muito sensível neste momento, a tudo e a todos", refletiu ela.

Fernanda comentou também que sua imunidade diminuiu após o período de isolamento, e enfrentou dificuldades para gravar sua websérie "Fake Live".

"A minha imunidade ficou muito baixa depois do coronavírus. Tive muitos problemas de saúde: tive uma conjuntivite de 15 dias, tive uma infecção, fui parar no hospital, fiquei internada. Eu estava pronta para gravar e ficava doente. Então, eu me apeguei (à série) não só profissionalmente como emocionalmente. Quis ficar boa para fazer", disse.

Ela destacou que "Fake Live" a ajudou durante durante o distanciamento social. "Foi uma salvação, me ajudou a não pirar mentalmente".

Questionada sobre pessoas que fizeram a diferença para ela este ano, Fepa respondeu que seus vizinhos foram fundamentais. "Sem dúvidas foram meus vizinhos, efetivamente eles foram muito importantes para mim", comenta ela ao lembrar da ajuda que teve durante as gravações da websérie.

"É sobre isso, no começo [da pandemia] eu estava tão fragilizada, recebendo amor e afeto no momento em que eu mais me senti sozinha na vida, e ao mesmo tempo com uma doença que a gente sabia tão pouco. Pra mim, realmente, o amor e a compaixão das pessoas nas minhas redes sociais e dos meus vizinhos, fizeram a diferença", continuou.

Fernanda falou também sobre sua mudança para São Paulo onde moram seus pais, no início da quarentena. "Voltei para minha raíz, isso pesou muito pra mim, ter o contato, olhar nos olhos, olhar no olho do meu irmão, da minha mãe, do meu pai, da minha avó", diz ela, ressaltando a importância do contato físico.

Famosos