PUBLICIDADE
Topo

Igor Cosso, de "Salve-se Quem Puder", fala sobre censura de gays em novelas

O ator Igor Cosso, que se assumiu gay em junho deste ano - Reprodução/Instagram
O ator Igor Cosso, que se assumiu gay em junho deste ano Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/01/2021 20h49

Igor Cosso, de 29 anos, comentou recentemente a resistência do mercado artístico com atores assumidamente homossexuais.

"Quando eu comecei a trabalhar com televisão, conheci vários atores gays famosos. Eu conversava sobre isso com eles, e entendia o medo deles, porque as próprias pessoas grandes do mercado falavam que não seria bom um ator gay se assumir", iniciou Igor, em entrevista ao canal Transdiário, no YouTube.

O ator, que está no elenco de "Salve-se Quem Puder" (TV Globo), interpretando Junior, ainda comentou que a fórmula de "família perfeita" é uma das justificativas para os atores não saírem do armário.

"Dizem que se eles saírem, a dona de casa, que assiste a novela, não ia mais acreditar no personagem e não seria mais interessante para a novela. E você sendo um ator, que ama sua profissão e quer trabalhar, na hora você deixa de ser quem você é", continuou ele, em tom de desabafo.

Igor Cosso ainda relembrou uma situação delicada de quando gravou um trabalho para a RecordTV, em Marrocos.

"Fiquei lá dois meses. E eu lembro que estava em uma reunião e alguém comentou sobre as regras da viagem: 'lá é proibido ser gay'. Na hora eu pensei, então eu não posso entrar". Confira a entrevista completa.