PUBLICIDADE
Topo

Televisão

'The Voice+' estreia com emoções, críticas e pausa para anunciar vacina

"The Voice+" - Divulgação
'The Voice+' Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

17/01/2021 16h28

O "The Voice+", que conta com participantes com mais de 60 anos, estreou hoje na Globo. O programa começou com 12 candidatos que cantaram e emocionaram o público. Ludmilla, Daniel, Mumuzinho e Claudia Leitte fazem parte do time de jurados desta edição.

As vovós e vovôs trouxeram músicas como "Shallow", da Lady Gaga, "Fica Tudo Bem", do Silva, "A Lua e Eu", de Cassiano e "Nem Morta", de Alcione. Apesar de ser uma competição para se tornar a nova voz do Brasil, os fãs nas redes sociais disseram que não conseguiriam eliminá-los.

E foi o que aconteceu hoje com Beth Ghedin, 63 anos, moradora de Florianópolis. Ela, que cantou a música de sucesso de Lady Gaga "Shallow", não agradou os jurados e foi eliminada.

Apesar de o programa ter chamado a atenção do público pela fofura dos participantes, algumas pessoas chegaram a criticar a escolha de jurados desta edição, já que a disputa é entre pessoas mais velhas.

"The Voice" do grupo de risco?

Outra questão que também foi levantada nas redes sociais é o fato de o programa ser focado em pessoas mais velhas, ou seja, grupo de risco do coronavírus.

A Globo já havia explicado que antes da primeira etapa do "The Voice+", as famosas edições às cegas, os técnicos realizaram conversas virtuais com centenas de pessoas.

Creso Eduardo Macedo, diretor-geral do "The Voice+", garantiu que o novo programa será gravado com todos os cuidados possíveis.

Pausa para notícia importante

O programa foi interrompido pelo plantão da Globo para anunciar que as vacinas contra o coronavírus foram aprovadas para uso emergencial pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Televisão