PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

Adele conclui divórcio com Simon Konecki, pai de seu filho

Adele e Simon Konecki estabeleceram a guarda conjunta do filho - Larry Busacca/Getty Images/AFP
Adele e Simon Konecki estabeleceram a guarda conjunta do filho Imagem: Larry Busacca/Getty Images/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/01/2021 08h58

Chegou ao fim o processo de divórcio de Adele com o empresário Simon Konecki, pai do filho da cantora, Angelo Adkins, de 8 anos.

De acordo com o Daily Mirror, ambos dispensaram a presença de advogados na sessão final que determinou os termos do processo. Com isso, teriam negociado de forma amigável os detalhes finais da separação.

Ainda segundo a publicação, falta apenas o juiz concordar e assinar a proposta para oficializar a separação após quase dois anos do rompimento.

Quando o fim foi noticiado, em abril de 2019, Adele teria presenteado o ex com a casa na qual eles moravam em Los Angeles e comprou uma nova para ela. A intenção era que os dois continuassem vivendo próximos para que criar o filho de forma amigável, já que possuem a guarda conjunta da criança.

O jornal britânico releva é improvável que os termos da separação venham a ser divulgados, já que o ex-casal assinou um contrato de confidencialidade quando deram início ao processo de rompimento, em setembro de 2019.

Ao longo dos últimos dois anos, Adele passou por mudanças extremas em sua forma física. Correm os boatos de que ela teria perdido 45 Kg desde o fim do casamento.

O ex-casal namorou por mais de sete anos e trocou as alianças em uma cerimônia intimista em 2016, que só foi confirmada pela cantora em 2017.

TV e Famosos