PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Morre a influenciadora Ygona Moura por complicações da covid-19

Do UOL, em São Paulo

27/01/2021 22h27Atualizada em 28/01/2021 13h12

Morreu hoje a influenciadora trans Ygona Moura, de 23 anos, que estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital em São Paulo havia dez dias com covid-19.

A informação foi divulgada nos stories do perfil oficial dela no Instagram: "Pessoal, perdemos a Ygona". De acordo com a assessoria de imprensa, a mãe de Ygona está providenciando o enterro, que será realizado na capital paulista.

Mais cedo, familiares da influenciadora postaram uma atualização sobre seu estado de saúde nas redes sociais:

"Ygona ainda está intubada e em coma. O quadro se mantém estável e sem nenhuma previsão. Continuamos firmes na fé", escreveram no perfil de Ygona no Instagram.

Carreira na internet

Com pouco mais de 200 mil seguidores no Instagram e cerca de 21 mil inscritos em seu canal no Youtube, Ygona se descrevia como a "rainha dos memes". Em sua curta carreira na internet, ela fez sucesso no universo LGBTQIA+.

Ygona costumava viralizar com seus vídeos nas redes sociais. Um dos mais conhecidos é da influenciadora mostrando sua vista ao chegar no Rio de Janeiro.

Em entrevista ao National Geographic Brasil, Ygona contou que se assumiu gay aos 16 anos e se identificou como mulher trans aos 20. Ela chegou a morar na Casa Florescer, de um projeto da prefeitura de São Paulo que busca acolher travestis e mulheres transexuais.

Ygona ganhou mais notoriedade nas redes sociais após minimizar a covid-19. Em janeiro deste ano, ela postou vídeos relatando suas noites de aglomeração. "Gente, que noite foi essa? Noite de aglomeração com sucesso."

"Aglomerei mesmo e recebi bem para isso", informou. "Hoje, estou aqui pela Tiradentes, estou caçando um baile, quero aglomerar de novo, estava morrendo de saudade de aglomerar", disse ela, à época. Dias depois, Ygona foi internada.

Famosos