PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Expulso do 'Soltos em Floripa', Luan diz: 'Despertou minha agressividade'

Luan Cavati, participante do "Soltos em Floripa" - Divulgação
Luan Cavati, participante do "Soltos em Floripa" Imagem: Divulgação

Andreza Delgado e Mari Monts

Do UOL, em São Paulo

09/02/2021 04h00

Luan Cavati tem 27 anos, é influenciador nas redes sociais e, recentemente convertido ao Evangelho, propaga a palavra de Jesus no Instagram. O capixaba foi expulso da segunda temporada do reality show "Soltos em Floripa", do Amazon Prime Video —gravada em 2019 e que estreia no serviço de streaming no dia 12 de fevereiro. E, desde então, passou a frequentar a Igreja Batista Monte Horebe

O UOL conversou com Luan sobre o que o levou a ser eliminado do programa e sobre sua tentativa de mudar um histórico de agressividade, problemas com alcoolismo e desrespeito a mulheres. No entanto, nem o participante nem o Amazon Prime Video revelaram detalhes sobre o que motivou a expulsão.

Luan afirma que o reality potencializou neles algumas atitudes que hoje considera negativas, como o vício em álcool. "Soltos em Floripa" reúne sete jovens em uma luxuosa casa de praia no litoral catarinense. São nove episódios com muitas festas, brigas, romances e cenas quentes. Bem quentes. Vale lembrar que, em quase todos os capítulos, os participantes fazem uso de bebida alcoólica.

O problema com alcoolismo rodeia minha família há algum tempo e, com certeza, de forma precoce, fui inserido em um meio que tudo girava em torno de álcool e drogas. Consequentemente, longos anos se passaram e minha identidade foi perdida. Acabei me tornando alguém que eu mesmo não reconhecia. Começava, então, uma luta para reconstruir, não só minha identidade, mas também a minha história.

Por meio de um comunicado oficial enviado para o UOL, o Amazon Prime Video disse que, ao analisar as atitudes de Luan no "Soltos em Floripa", concluiu que ele não poderia continuar no programa. O serviço de streaming preferiu não dar mais informações e sinalizou que a expulsão ocorre no terceiro episódio.

De oportunidade para pesadelo

Luan diz que viu no reality uma oportunidade para viver o que sempre quis e para buscar a fama, mas, segundo ele, o programa acabou despertando seu pior lado.

O 'Soltos' veio como uma oportunidade para ir aonde eu achava que queria estar e, lá, despertou em mim uma versão ainda mais agressiva, ainda mais explosiva, ainda mais desrespeitosa.

Luan diz que não se arrepende de ter participado do programa e que, com os erros cometidos lá dentro, enxergou uma oportunidade de mudar.

Cartaz da segunda temporada de "Soltos em Floripa" - Reprodução/PrimeVideo - Reprodução/PrimeVideo
Cartaz da segunda temporada de "Soltos em Floripa"
Imagem: Reprodução/PrimeVideo

Eu não me arrependo, essa não é a palavra. Se eu não tivesse participado, talvez minha vida hoje não estaria onde está. Eu precisei aceitar meu passado, confessar meus erros e perdoar tudo o que havia vivido para de fato conseguir entregar minha vida a Cristo.

Luan acredita que precisava viver tudo isso para encontrar Deus e agora, segundo ele, tornar-se um instrumento de sua palavra.

O momento da minha transformação foi uma soma de tudo o que havia vivido, poucas lembranças boas e sóbrias, muitas lembranças vazias e de pessoas passando pela minha vida como se fossem descartáveis. Foi um sentimento que começou a me rondar de que já não valia mais a pena aquilo tudo.

Nas redes sociais, através de stories deixados em destaque, ele afirma que "Luan velha criatura foi quem participou do programa" e reitera que sua nova vida não permite mais conduta semelhante à mostrada no reality show.

Com 148 mil seguidores no Instagram, Luan mistura lives sobre religião e fotos de trechos da Bíblia. Fotos sem camisa e de rolês com amigos regados a bebidas alcoólicas não fazem mais parte da vida do "novo Luan", como ele mesmo se intitula.

Televisão