PUBLICIDADE
Topo

Fiuk faz alerta à Lumena: 'Existe diferença entre opinião e apontar o dedo'

BBB 21: Fiuk fala sobre julgamento dentro do confinamento - Reprodução/Globoplay
BBB 21: Fiuk fala sobre julgamento dentro do confinamento Imagem: Reprodução/Globoplay

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/02/2021 04h58

Ao longo da madrugada de hoje, no "BBB 21", Fiuk e Lumena conversaram como é o processo de formar uma opinião e fazer julgamento sobre os brothers dentro do reality show da Rede Globo.

Em conversa na jacuzzi, o ator contou estar feliz com a experiência no confinamento e alegou não ver sentindo nas teorias dos brothers sobre uma receita de sucesso para vencer a disputa do prêmio de R$ 1,5 milhão.

"Isso aqui não tem manual", disse Fiuk. "Não tem manual, nem receita. Sinto muito. Só quem tá aqui e com essas pessoas que dão a magia disso", concordou Lumena.

O ator ainda diz estar encantado pela magia do jogo em promover um encontro entre pessoas de diferentes lugares para lutar por prêmio em dinheiro e confessou cair em algumas armadilhas dos adversários.

Você falou uma palavra que me encanta: magia. Magia da vida. Me prender a essas coisas pequenas, sentimentos ruins ou frequência baixa, eu fujo. Então, eu caio, às vezes, dou uma tropeçada, alguém rouba algo ou tira essa coisa leve que eu planto e gosto de colher em prol desse manual que eles acham que carregam. Em prol do jogo. Pra mim, isso aqui é vida demais. Um projeto irado. O maior programa que a gente tem no Brasil que fala sobre pessoas e comportamento.

Na sequência, o brother afirmou à sister que nenhum participante do confinamento do "Big Brother Brasil 21" tem o direito de julgar ninguém por não conhecer a verdade de cada.

Me incomodou quando você falou de julgar e tal e ficou na cabeça. Fiquei com aquilo na cabeça e fiquei pensando. Não cabe a mim julgar?.

"Não?", indagou Lumena. "Eu tenho opiniões", afirmou Fiuk. "Quando você vota em algum, você tá julgando", ressaltou a psicóloga. "Lu, pra mim, existe uma diferença entre ter uma opinião sobre uma pessoa e apontar o dedo pra ela e dizer 'você estar errado'", reforçou o ator.

Lumena tornou a destacar que indicar alguém ao paredão é uma forma de julgar. Fiuk, porém, diz que é preciso se atentar as diferenças dentre opinião e julgamento.

Sim, mas por uma opinião minha. O que eu vejo, mas não posso assinar embaixo e falar 'é isso'. Quem sou eu pra falar isso? Tenho que ser sincero com o que eu sinto. Tem uma distância entre apontar o dedo entre o que eu 'falar eu tenho certeza' e 'é o que eu vejo, sinto e tô passando'.

"O que seria julgar então?", questionou a psicóloga. A câmera, porém, cortou para outro cômodo da casa mais vigiada do Brasil.

Quem a líder Sarah vai indicar ao paredão?

Enquete encerrada

Total de 15865 votos
43,04%
Globo/João Cotta
25,92%
Globo/João Cotta
14,21%
Globo/João Cotta
9,95%
Globo/João Cotta
2,09%
Globo/João Cotta
1,55%
Globo/João Cotta
1,03%
Globo/João Cotta
0,45%
Globo/João Cotta
0,38%
Globo/João Cotta
0,31%
Globo/João Cotta
0,28%
Globo/João Cotta
0,28%
Globo/João Cotta
0,23%
Globo/João Cotta
0,16%
Globo/João Cotta
0,13%
Globo/João Cotta
Total de 15865 votos
A votação do UOL não possui caráter cientifico ou influência sobre o resultado do programa da TV Globo

Valide seu voto