PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Dani Calabresa desabafa sobre assédio: "O trabalho me salvou"

Dani Calabresa abre nova temporada do Saia Justa - Vídeo/Reprodução
Dani Calabresa abre nova temporada do Saia Justa Imagem: Vídeo/Reprodução

Colaboração para o UOL

03/03/2021 23h19

Dani Calabresa revelou que precisou se apegar ao trabalho e aos amigos para seguir em frente após as denúncias de assédio contra o humorista Marcius Melhem.

"O que me ajudou a colar os pedaços foi o trabalho. O trabalho me salvou. Eu tenho porque acordar. Eu tenho porque tomar banho. Eu tenho que lembrar quem sou. Os amigos, família, terapia, também. Mas o trabalho foi o que mais salvou", contou a humorista, na estreia da nova temporada do Saia Justa, no GNT.

Dani Calabresa revelou ainda que o trabalho foi uma das coisas que a fez adiar a denúncia contra o humorista. "Por causa do trabalho eu não reagi antes. Eu tinha tanto medo de sofrer. Tinha medo de sofrer um boicote. O assédio é um assunto tão assustador que a gente tenta fingir que é normal. Você segue como você consegue. Fingindo normalidade, tentando ser legal, demonstrando uma gratidão excessiva. Mas chega uma hora que isso começa a fazer tão mal que você tem que arrebentar a tampa desse caldeirão".

A humorista confessou, ainda, que conseguiu seguir em frente e fez um alerta sobre o assunto. "Nada autoriza assédio. Nenhuma brincadeira, nenhuma mensagem autoriza assédio. Naquele dia foi carinhosa, riu, bebeu, não interessa. Ninguém tem o direito de forçar o contato físico com ninguém. É preciso permissão. É muito difícil lidar com tudo isso, organizar o pensamento. Estou com meus pedaços colados, estou leve. E na terapia."

Apresentando o programa, Astrid Fontenelle afirmou, ao fim do desabafo, que ela deveria se orgulhar disso tudo. "Você. Chore, mas chore de alegria e de orgulho da mulher que você reconstruiu". A apresentadora afirmou ainda que, por causa da coragem de Dani, diversas mulheres que estavam assistindo ao programa também teriam coragem de "quebrar o vaso" e "se reconstruir".

O Saia Justa vai ao ar todas às quartas, as 22h30, no GNT.

Entenda as acusações

As denúncias de Dani Calabresa contra Marcius Melhem vieram a público apenas em dezembro de 2020, mas o caso citado aconteceu em 2017, com Dani os tendo relatado a Rede Globo em janeiro de 2020.

Segundo as denúncias, Dani Calabresa sofreu assédio pelas mãos do diretor em 2017, durante as gravações de um esquete do "Zorra Total". Na cena em questão, a atriz teria como figurino um maiô igual ao de Pamela Anderson no filme "S.O.S Malibu". Melhem, então, teria ido ao camarim "para dar uma conferida" no figurino.

Além disso, o diretor também é acusado de ter importunado Dani durante uma comemoração da equipe do programa em um bar. Na ocasião, Marcius é acusado de tentar encostar seu corpo ao de Dani, que se esquivou de todas as formas. Insistente, Melhem ainda teria tentado beijá-la e a seguido até o banheiro, onde segundo os relatos, tirou o pênis para fora da calça.

O diretor foi afastado da Rede Globo no começo de 2020 e, em agosto do mesmo ano, a deixou após 17 anos. De acordo com o comunicado divulgado, ambas as partes decidiram encerrar a parceria em comum acordo.

O caso, agora, corre em segredo de justiça.

Famosos