PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Influenciadora acusa GKay de perseguição após 'boicote' de cabeleireiro

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/03/2021 21h48

A influenciadora Karoline Lima fez um desabafo nas redes sociais hoje acusando Géssica Kayane, mais conhecida como GKay, de tentar "boicotar" a sua carreira. Em uma série de vídeos, Karoline afirmou que a humorista teria impedido que ela frequentasse um cabeleireiro famoso de São Paulo.

Na coletânea, a influenciadora respondeu às perguntas dos fãs que a questionam o motivo dela não ter ido consertar os fios californianos. "Vocês estão me perguntando porque eu não fui ao cabeleireiro. Eu até ia. Mas aconteceu uns babados que aconteceram hoje que cortou o meu clima. A verdade é essa."

Sem mencionar nomes, Karoline afirmou que a "situação que expôs anteriormente" estava "tomando proporções maiores". Recentemente, a influenciadora tem sido acusada de ser "talarica" após gravar vídeos com Rezende, ex-namorado de GKay.

O youtuber e a humorista GKay tiveram um término conturbado no final do ano passado. Rumores de traição rondaram o fim do relacionamento.

"Um block, deixar de seguir, me remover de grupo e tal, pra mim não muda nada na minha vida. Mas o que vem acontecendo, o que aconteceu hoje é que essa pessoa está em uma mania de perseguição querendo me prejudicar e impedir que outras pessoas do meio fechem trabalho e parcerias comigo. E isso é uma coisa que eu não quero pra mim", disse Karoline.

"O que aconteceu foi que eu ia no cabeleireiro. Tava marcado para eu ir hoje em um dos maiores cabeleireiros de São Paulo, que faz os cabelos de várias influenciadoras que eu admiro, inclusive essa pessoa que eu to citando aqui. E o que aconteceu é que ela se manifestou para esse rapaz dizendo que não era para ele fazer o meu cabelo, que não era para ele fechar parceria comigo porque ela simplesmente não queria e porque ela não se sentia confortável com isso."

"Eu realmente fico triste por esse profissional passar por isso porque eu sei que é o trabalho dele. Hoje foi um cabeleireiro que ela impediu de trabalhar comigo. Amanhã pode ser com uma empresa, com um contrato que vai mudar minha vida", afirmou.

Karoline ainda defendeu que a única forma de se defender era expor o que estava acontecendo pelas redes sociais. "Ela é grande, ela poderosa na internet. Ela é uma das maiores. O que ela quiser fazer para me prejudicar ela vai fazer."

"Eu só quero o meu espaço, só quero conquistar o meu, eu não quero prejudicar ninguém. Mas a vida é feita de oportunidades e eu estou procurando as minhas. Eu estar na busca pelos meus objetivos e ter uma pessoa por trás tentando me atrapalhar não é legal e eu me sinto perseguida realmente."

O UOL procurou a assessoria de imprensa de GKay, que afirmou que a humorista prefere não se manifestar sobre o caso.

Rezende se pronuncia

No Twitter, Rezende entrou em defesa da colega.

"Desculpa galera, vocês sabem que tento ao máximo não me envolver em polêmica, discussões e brigas...Mas tem coisa que não tem como. É o que eu sempre disse! Enquanto foi só comigo ok, eu tenho um público grande no Youtube, um número relativamente alto no insta... E sei lidar", escreveu.

"Agora usar o número de seguidores que você tem, para tentar prejudicar alguém que esta começando a carreira hoje, esta começando as parcerias hoje... Não acho certo! E se algum influenciador grande achar isso certo, no mínimo, desconfiem!"

"Já conversei com a Karol no privado, como sempre faço se tenho algum problema, algo para resolver ou até mesmo ajudar... E é isso, minha opinião esta exposta! Não vou me prolongar nisso, mas se eu não defendesse a Karol em uma situação dessa, não dormiria tranquilo", concluiu o youtuber.

Famosos