PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Apresentadora diz que foi sem teto por falta de trabalho após ficar careca

Gail Porter no auge da fama e hoje, depois de passar por reabilitação - Reprodução/Instagram
Gail Porter no auge da fama e hoje, depois de passar por reabilitação Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em Santos

07/03/2021 11h53

A apresentadora de TV britânica Gail Porter, que tem alopécia, diz que de tornou uma pessoa sem teto depois que perdeu os cabelos em razão da doença e, como consequência, deixou de receber trabalhos por se recusar a utilizar perucas.

Gail era uma apresentadora e modelo conhecida no Reino Unido, nos anos 90, e foi alçada ao auge da fama ao participar em 2005 do Big Brother local.

Ela desenvolveu a alopécia depois de dar à luz, em razão de uma depressão pós-parto, e se recusou a utilizar perucas com a intenção de dar visibilidade à doença.

"Os trabalhos simplesmente pararam porque eu não tinha a mesma aparência. 'Você se importaria de usar uma peruca?'. 'Não, eu não quero usar uma peruca'. É assim que isso é", explicou, em entrevista ao podcast Sacrifice and Success.

Ela conta que, depois de ficar sem emprego — além de se divorciar e lidar com o câncer da mãe na mesma época —, passou a dormir no sofá de amigos em 2009. Depois disso, "envergonhada" com a situação, passou a dormir na rua.

"Algumas vezes eu não tinha dinheiro suficiente para ligar para ninguém. Se eu encontrasse uma libra, pensava em o que fazer. 'Vou ver se consigo encontrar outra e comprar uma minigarrafa de vinho", contou. "Qualquer coisa para me confortar. Eu estava congelando."

Ela afirma que saiu dessa situação por causa da filha, Honey. Ela procurou o serviço de saúde pública britânico e se internou em uma clínica de reabilitação. Hoje, conseguiu se reerguer.

"Fui para a reabilitação por minha depressão e autoflagelação. Se eu não tivesse a Honey, não estaria aqui", afirmou.

Famosos