PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Famosos opinam sobre anulação das condenações de Lula

Do UOL, em São Paulo

08/03/2021 16h19

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin anulou hoje todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e alguns famosos foram se manifestar nas redes sociais sobre a decisão.

Luciano Huck, Felipe Neto e o ator Bruno Gagliasso e outras personalidades comentaram a medida, que torna Lula elegível novamente.

O apresentador global — e postulante à cadeira de presidente da República — saiu em defesa da soberania da decisão do STF, mas afirmou que "figurinha repetida não completa álbum", em alusão à possível candidatura de Lula às eleições de 2022.

Em resposta, Maria Rita pediu que seus seguidores definissem o que é "figurinha repetida".

Para Kleber Mendonça, diretor de "Bacurau", a eleição de 2018 foi "uma palhaçada vergonhosa".

"Você ficou aí preso 500 dias e agora a gente descobriu que não esse juiz que tinha que te julgar", escreveu Gagliasso.

Felipe Neto afirmou que acha que será preso caso a imprensa pinte um possível embate entre Lula e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2022 como "uma decisão muito difícil".

José de Abreu afirmou que, por tirar Lula da corrida presidencial de 2018, a Lava Jaro é "cúmplice" de Bolsonaro.

Kerline, a primeira eliminada do BBB 21, já adiantou que votará no PT nas eleições de 2022.

Famosos