PUBLICIDADE
Topo

Sarah critica filmes de Quentin Tarantino: 'Fico revoltada com os finais'

Reprodução/Globoplay
Imagem: Reprodução/Globoplay

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/03/2021 02h09

Na noite de decisão no "BBB 21" (TV Globo), Tiago Leifert começou o programa dizendo que a formação do paredão seria sangrenta igual aos filmes de Quentin Tarantino. Depois que a berlinda foi decidida, Sarah comentou sobre a referência ao cineasta. A consultora de marketing revelou que sempre se irrita com os minutos finais das produções de Tarantino.

Eu fico revoltada com os finais. Eu gosto dos filmes, mas no final eu sempre fico put*, porque eu nunca acho legal. O último, que teve aquele do... Hollywood... eu falei 'não tô acreditando nessa bagaceira'.

Já Caio, que estava na cozinha junto com Sarah, Thais e João Luiz, defendeu os filmes do premiado cineasta.

Mas gosto assim: Kill Bill, Bastardos Inglórios e Django Livre. Acho que é, tipo assim, zero defeitos.

O que motivou a fala de Tiago e, respectivamente, a conversa, foram as reviravoltas que aconteceriam na formação do sexto paredão, em que cinco pessoas seriam indicadas e quatro iriam para a berlinda.

Na decisão, Rodolffo indicou Carla Diaz e João Luiz ao paredão, e os dois contragolpearam Pocah e Caio, além de Arthur ter sido o mais votado da casa.

Quem deve ser 'eliminado' no paredão falso?

Enquete encerrada

Total de 323952 votos
62,38%
Globo/João Cotta
24,30%
Globo/João Cotta
10,26%
Globo/João Cotta
3,06%
Globo/João Cotta
Total de 323952 votos
A votação do UOL não possui caráter cientifico ou influência sobre o resultado do programa da TV Globo

Valide seu voto