PUBLICIDADE
Topo

Felipe Neto rebate Carlos Bolsonaro após notícia-crime: 'Quer me silenciar'

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

09/03/2021 21h25

Felipe Neto respondeu hoje uma publicação do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos - RJ), sobre uma notícia-crime protocolada na Delegacia de Combate a Crimes Cibernéticos.

O vereador anunciou a ação no Twitter, mas não explicou o que a motivou. O youtuber rebateu: "O cara me dá tanta importância que fixou o tweet no topo do perfil, que constrangedor. Mais um tentando me silenciar na polícia. Vamos em frente, sem medo. Essa corja será derrotada no Brasil".

Questionado pelo UOL, Felipe Neto afirmou por meio de sua assessoria que sua equipe jurídica ainda não foi notificada sobre o caso:

"Caso sua veracidade seja comprovada, representará mais uma tentativa de silenciamento, pois não se tem notícia de que a família do Presidente tenha tomado a mesma providência contra os milhões de brasileiros que, indignados com a atual situação do país, dizem a mesma coisa".

"No dia em que o Brasil atinge 1.972 mortos devido ao coronavírus, ao invés de trabalhar pela população, o filho do presidente parece mais preocupado em perseguir um cidadão apenas por este falar algo que milhões de brasileiros falam diariamente."

O UOL contatou o gabinete do vereador Carlos Bolsonaro, e aguarda resposta.

No Twitter, o vereador relembrou outras denúncias protocoladas por supostos crimes cibernéticos. Uma delas foi encaminhada ao Ministério Público do Rio de Janeiro após um artista postar uma foto em que uma drag queen segura uma bola no formato da cabeça do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O vereador relatou que a outra denúncia foi arquivada: "Informamos também que interpelação judicial que fizemos a deputad(x) do PSOL foi arquivada pela justiça poucos dias após apresentada sob alegação de imunidade parlamentar. Muitos outras atitudes tomadas mas sem sucesso, contudo seguimos..."