PUBLICIDADE
Topo

Rafael Cardoso entrega pessoalmente as cestas orgânicas que vende: 'Susto'

Rafael Cardoso em sua fazenda - Reprodução/Instagram
Rafael Cardoso em sua fazenda Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/03/2021 15h32

Rafael Cardoso está longe dos estúdios de gravação, e aproveitou seu tempo para se dedicar a um projeto pessoal: em sua fazenda na Região Serrana do Rio, ele começou a produzir alimentos orgânicos. Antes, ele vendia apenas para restaurantes na capital fluminense; agora, ele tem investido no contato com o consumidor direto.

"O medo da morte me fez pensar para onde a minha vida estava caminhando e onde eu queria chegar. Esse hiato das gravações serviu para eu botar os pingos nos is e assumir as coisas que queria fazer, que estavam em segundo plano. Trouxe a logística para o Rio, montei o centro de distribuição e abri o mercado virtual orgânico. Hoje, sou tão feliz na Fazenda Casulo quanto sou atuando", disse o ator em entrevista ao "Extra".

No entanto, mostrou-se feliz com as reprises das novelas que participou (ele estará no ar em "Império" (2014) e "Ti ti ti" (2010), além de "Salve-se Quem Puder", que já está gravada e pronta para retornar à faixa das sete horas na Globo, e "A vida da gente" (2011)).

Lembranças do Sul

Sobre a trama de Lícia Manzo, ele é só elogios: "Quando eu soube que essa novela ia ser reprisada, já foi uma sensação gostosa. Quero ver como vai ser a reação do público agora, dez anos depois. O pessoal esquece muita coisa. Tô curioso pelos comentários", explicou, relembrando que seu personagem nessa novela foi o seu primeiro protagonista.

'A Vida da Gente' foi uma responsa e uma experiência linda. Eu era um moleque. E a novela só tinha gente boa. Ser protagonista é carregar piano nas costas, não é fácil.

Sobre seu personagem, Rodrigo, ele lembrou da enorme carga dramática que ele possuía ao se envolver com as duas irmãs de criação, Manuela (Marjorie Estiano) e Ana (Fernanda Vasconcellos). "Tudo está nos olhos de quem vê. Não tinha o laço sanguíneo. De qualquer maneira, a trama tem muito pano pra manga, com coisas totalmente plausíveis. Em algum lugar, isso tudo deve ter acontecido", disse.

Boa parte de "A Vida da Gente" foi gravada no Sul do país, terra de Rafael (ele é de Porto Alegre, Rio Grande do Sul). Passados dez anos, ele relembrou com saudades da época. "Eles usaram muito elenco de apoio do Sul. Então pude trabalhar com vários amigos. Quando eu saí de lá, eu estudava ainda. Fiz alguns curta-metragens, mas pouca coisa. Havia pouco tempo que eu estava no Rio".

Susto nos clientes

Sobre seu novo empreendimento, Rafael mostrou preocupação com o meio ambiente e com os alimentos consumidos pela população, com altos índices de agrotóxico. "Não dá para ser conivente com agrotóxico. Cada vez mais se desmata para plantar monocultura. Para que a gente possa mudar alguma coisa, vamos conscientizando e incentivando mais pessoas. Por que os produtos orgânicos vão ficar cada vez mais acessíveis, e teremos menos alimentos com veneno. Virou uma missão para mim".

Antes de contratar uma equipe para fazer a entrega dos produtos que planta, ele mesmo ia até a casa das pessoas com as cestas orgânicas: primeiro para amigos, e depois para clientes. Ele se divertiu com a reação das pessoas ao vê-lo. "Eu chegava nas casas, e as pessoas tomavam um susto quando me viam", brincou.

Em sua vida pessoal, o ator afirmou que tem consumido menos produtos processados. "Como carne vermelha de dez em dez dias. Aqui em casa, três vezes por semana, fazemos só refeições vegetarianas. Crio peixe e frango na fazenda. Estou começando a colocar porcos também", revelou.