PUBLICIDADE
Topo

Urach relembra ameaça de CR7 e 'vício' pelo dinheiro quando fazia programa

Andressa Urach vira nota no Daily Star e comemora reconhecimento - Imagem: Reprodução/Instagram@andressaurachoficial
Andressa Urach vira nota no Daily Star e comemora reconhecimento Imagem: Imagem: Reprodução/Instagram@andressaurachoficial

Do UOL, em São Paulo

26/03/2021 21h11

Andressa Urach voltou a falar sobre sua vida em conversa com Theodoro Cochrane no canal "Téte a Theo". A ex-miss bumbum relembrou quando foi ameaçada pelo jogador Cristiano Ronaldo e ainda abordou como estava viciada pelo dinheiro quando fazia programa.

Ainda sobrou um tempo para ela contar detalhes do reality "A Fazenda" e como acredita ainda hoje na força de Jesus, depois de passar por um susto e quase morrer por infecção causada pela aplicação da substância hidrogel nas coxas.

Veja abaixo algumas declarações de Urach para o canal.

Cristiano Ronaldo

"Ele não pagou para ficar comigo. Na verdade, ele conhecia um rapaz que ficou comigo, que passou o contato pra ele. Eu paguei o meu voo pra lá e encontrei com ele lá. Depois [que eu transei com ele], eu queria só tirar uma foto de fã com ele. Na hora ele foi super do bem, o problema foi depois, quando eu avisei pra ele que tinha imprensa lá embaixo."

Eu fiquei trancada no quarto, fiquei em cárcere privado, ele me ameaçou de morte. Tinha uns paparazzis na porta e eu falei com ele. Eu reuni tudo e mandei para imprensa, de raiva. Depois eu perdi perdão para ele. Na época, eu não medi as consequências.

A Fazenda

"Eu entrei para 'A Fazenda' pensando em um personagem. Eu pensei: 'eu vou ser a vilã'. Eu entrei como vice-miss bumbum e já sabia que teria um preconceito porque a sociedade tem isso com a mulher que acaba se expondo. Nas novelas, os vilões são sempre lembrados e eu queria ser lembrada, o objetivo era esse. Só que eu fui ganhando as roças, voltando de fazendeira e ficando."

Eu cansei de ser má porque eu não sou má. Eu não aguentava mais ser ruim e pensei: 'vou ser uma pessoa normal, vou tratar tudo mundo bem'. Foi quando eles começaram a me provocar de verdade e eu fiquei má de verdade. Fora da Fazenda eu tinha um vício em cocaína, quando eu entrei lá eu não podia usar drogas. Eu cuspi 60 vezes na Mateus sendo que eu nunca cuspi em ninguém aqui fora. Lá dentro em fiz xixi no ofurô, aqui fora eu não faço isso.

Igreja

"Eu vi o espírito da morte vindo buscar minha alma no hospital [quando estava internada pela infecção]. Hoje eu entendo quem é Jesus, o que eu passei, por isso eu continuo amando Jesus. Eu me reconheço como pecadora, continuo precisando da misericórdia dele. Tudo o que não vem da fé é pecado. Minha mãe falou que tinha feito um voto e esse voto me curou. Eu sabia que Deus ia me cobrar."

Prostituição

"Eu sempre ganhei muito dinheiro na prostituição, isso era o que mais dava dinheiro. Eu cheguei a ganhar R$ 80 mil para fingir um namoro com um cantor sertanejo. O pai dele queria que ele ficasse e me contratou porque eu estava toda hora imprensa. Eu ganhava muito dinheiro e depois da 'Fazenda' eu passei a ganhar muito mais."

"Só um pouquinho antes de quase morreu que eu tive repúdio. Antes eu encarava como um trabalho e não pensava em parar, porque pensava que eu não conseguiria fazer outra coisa. O dinheiro mesmo vinha da prostituição. Era muito em off, ninguém sabia. Eu sempre fui de guardar dinheiro, então dava para passar meses."

Eu lembro que eu fiz um programa que ganhei R$ 10 mil e era muito nojento. E poucos dias antes, eu disse: 'Deus, me tira disso'. Porque eu não consegui sair, era viciante. Não tinha como, o dinheiro era algo que me pegava.