PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Faustão homenageia Agnaldo Timóteo: 'Coração maior do que o Maracanã'

Faustão fala de Agnaldo Timóteo durante o "Domingão" deste domingo (11/04) - Reprodução/Globo
Faustão fala de Agnaldo Timóteo durante o "Domingão" deste domingo (11/04) Imagem: Reprodução/Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/04/2021 20h37

Faustão fez uma homenagem a Agnaldo Timóteo, morto nesta semana aos 84 anos, vítima da covid-19. O apresentador exaltou o caráter do cantor e revelou que ele foi responsável em fazer com que Timóteo voltasse a cantar em programas da Globo.

"Dos vários artistas, não foram poucos que perderam a vida nesta pandemia, uma das notícias mais tristes dos últimos tempos foi a morte de Agnaldo Timóteo. Eu convivi com ele por mais de 10 anos e fui responsável pela volta dele à Globo, porque pedi o perdão dele diretamente ao doutor Roberto Marinho, superando divergências políticas e outras polêmicas", disse Faustão durante o "Domingão" de hoje.

Em seguida, relembrou o temperamento de Timóteo, considerado difícil por várias pessoas que tiveram contato com ele ao longo da vida. "Ele tinha um coração maior do que o Maracanã. Tinha toda essa coisa, polêmicas, mas era muito humano, no sentido de se preocupar com o próximo. Poucas vezes vi um cara ajudar tanto as pessoas", ressaltou.

"Às vezes, as pessoas só pensam no cara que foi motorista da Ângela Maria, que saiu de Minas pobre e enfrentou todas as realidades da vida, nua e crua, para chegar aqui e cantar como ninguém. É bom para que a gente possa ver dentro daquela casca que ele tinha para se defender de tudo, até de forma exagerada, tinha um cara com senso de humanidade absurdo. O que ele vai fazer de polêmica lá em cima também", finalizou o comandante da atração.

Televisão