PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Ex-Chiquititas Flávia Monteiro revela luta contra a depressão

Flávia Monteiro falou sobre período de depressão em entrevista - Reprodução/Instagram
Flávia Monteiro falou sobre período de depressão em entrevista Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/04/2021 07h21

Aos 48 anos de idade, Flávia Monteiro celebra uma nova fase em sua vida, após enfrentar um período de dura batalha contra a depressão e a ansiedade. A atriz deu uma longa entrevista à "Quem", onde falou dos momentos complicados que viveu durante o período.

"Ia do choro a uma raiva profunda. Sabe aquela coisa de brigar com guarda no trânsito? Como se fosse uma TPM louca que não tem fim, tipo isso? Ficava virada no Jiraiya. Estava bipolar nesse sentido de ir do choro à raiva", contou a atriz à revista Quem.

Os primeiros sintomas apareceram ainda no fim de 2018, um momento de instabilidade profissional que trouxe várias preocupações.

"Sem contrato, você passa a estabelecer hierarquias de gastos. Posso gastar com isso, não posso gastar com aquilo? Com filho para cuidar, você tem que repensar em tudo. Aí, corta terapia, corta outras coisas para ficar com o que é prioridade", relembrou.

"Como tinha feito cursos de coach e autoajuda, eu tinha uma boia de salvamento. Mas tem uma hora em que você segura muito a peteca. Fiz aula de respiração. Estava com a respiração completamente descompensada, tinha taquicardia, começava a suar nas mãos? Percebi que meu sistema interno estava dando problema".

A atriz diz que começou a se recuperar com o apoio da família. "Precisei de ajuda. Não sabia o que poderia acontecer. Sou muito natureba e liguei para meu médico, marquei uma consulta e ele explicou que iria controlar com remédios - opções que não fossem de tarja preta e, sim, manipuladas, antidepressivos… Medicamentos que ajudam a química do corpo. Paralelamente, continuei fazendo yoga, aula de respiração e exercícios. Todas as artimanhas para me ajudar. E, de verdade, o trabalho me ajudou a me reconectar comigo mesma". Ela se refere à sua entrada no elenco de Gênesis, da RecordTV.

O sonho de ser mãe

A maternidade era um sonho para Flávia, que é mãe de Sophia, de 5 anos, de seu casamento com o empresário Ayner Saragossy. "Não queria passar por essa vida sem a experiência de ser mãe. Fui postergando muito por conta do trabalho. Cheguei a perder dois bebês. Engravidei em 2011, depois em 2013 e perdi".

A atriz disse não ter parado de trabalhar mesmo com a perda. "Estava fazendo a peça 'Mulheres Alteradas' e precisei entrar no palco com fralda geriátrica por baixo do figurino. Sou louca, sou kamikaze. Não sei se faria isso novamente, mas sempre fui kamikaze, não durmo no ponto. Sou formiguinha obreira".

Para engravidar, Flávia recorreu à fertilização. "Já estava no deadline, com 40, e deixei de ficar nesse lance de 'tentativa e erro'. Não tinha mais idade e resolvi ir para as cabeças, focada. Fiz a fertilização e tive a Sophia em 2015, na primeira tentativa. Ainda tenho oito filhotes congelados. Praticamente um Orfanato Raio de Luz de 'Chiquititas'", riu a artista, que deu vida à Carol, protagonista da primeira versão da novela do SBT nos anos 90.

Famosos