PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Mayana Neiva relembra bastidores de 'Ti-Ti-Ti' e revela torcida no BBB

Mayana Moura, cujo primeiro trabalho em novelas foi em "Ti-Ti-Ti" - Reprodução/Instagram
Mayana Moura, cujo primeiro trabalho em novelas foi em "Ti-Ti-Ti" Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/04/2021 08h42Atualizada em 18/04/2021 09h26

Mayana Neiva estreou nas novelas com Desirée, uma aspirante a modelo estabanada em "Ti-Ti-Ti". Com a novela sendo reprisada pelo "Vale a Pena Ver de Novo", a atriz disse que está revendo seu trabalho e analisando o começo de sua carreira na televisão.

"Tenho sensações muito misturadas em relação a isso tudo. Foi um momento muito especial da minha vida e tenho muito carinho por essa personagem. Ao mesmo tempo, eu era muito nova naquilo. Tinha muita espontaneidade naquela atuação. Então, vejo, e penso: 'Ai meu Deus, faria tudo diferente'", disse ela em entrevista para Patrícia Kogut, de "O Globo".

Mas me divirto muito assistindo, lembro dos bastidores e de como a gente ria. Fiquei muito feliz de poder reviver esse momento tão gostoso de aprendiz. Eu me entregava e me divertia muito.

Mayana destacou que sua personagem ainda era muito lembrada antes da reprise. "Até hoje, é a personagem que as pessoas mais reconhecem, mesmo dez anos depois. Na época, recebi muito carinho. Pessoas que estavam fazendo tratamento em hospital me procuravam para dizer que riam muito comigo".

"E hoje, recebo mensagens no Instagram, inclusive de gente dizendo que está com covid em casa e está vendo a novela para se distrair. Acho que o Brasil está precisando desse abraço, dessa leveza. É uma trama muito gostosa de assistir e pode dar esse descanso que o público está precisando. Me emociona, ainda hoje, a receptividade dos espectadores", frisou na sequência.

Ela também relembrou os bastidores da novela, que segundo ela eram repletos de bom humor. "Foi o bastidor mais mágico da minha carreira. Como era minha primeira, pensei que todas eram daquele jeito, depois descobri que não. O quê a gente ria nas gravações não dá para descrever. Os diretores, o elenco, todo mundo maravilhoso. Sinto que tinha uma energia realmente mágica ali. A gente foi tão feliz, que transbordou. E essa é minha maior alegria, quando um trabalho queima o filme no bom sentido e atravessa a tela, extravasa. Foi muito gostoso".

Atualmente, Mayana pode ser vista em "Rotas do Ódio", uma das séries mais assistidas na Globoplay. Nela, a atriz interpreta a delegada Carolina, que investiga crimes de racismo e intolerância.

É a personagem da minha vida, até o momento. Também a mais bem executada já que, hoje, sou uma atriz um pouco mais madura e, por isso, fiz escolhas mais apoiadas na experiência. Mas para além disso, os temas são muito fortes e atuais. A tela ajuda a gente a refletir. Ela foi escrita pela Susanna Lira e foi feita para e por mulheres. Estou muito feliz de ter ido para o Globoplay e estar fazendo muito sucesso, até fora do Brasil. É a possibilidade de cada vez mais pessoas assistirem.

Durante a pandemia, Mayana começou a acompanhar o "BBB 21" (Globo) por um motivo em específico: a presença de sua conterrânea, Juliette Freire, no elenco do reality show.

"Nunca tinha assistido, mas comecei por causa dela. Nós somos paraibanas da mesma cidade (Campina Grande), temos até amigos em comum. E o preconceito que ela sofreu por causa do jeito nordestino dela, eu sofri também. Fico emocionada com a humanidade dela. Acho lindo quem consegue matar no afeto, trazer humanidade para alguém que esta tentando te prejudicar. Quero que ela ganhe. Ela é muito verdadeira e mostra muitas camadas. Apesar de ser um jogo, vejo que é quem ela é", declarou.

Famosos