PUBLICIDADE
Topo

André Marques fala de Tom Veiga: 'Penso nele todo dia, foi complicado'

André Marques - Reprodução
André Marques Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/04/2021 08h29

André Marques está prestes a assumir o reality show "No Limite", que deve ir ao ar assim que o BBB terminar. Antes, ele apresentava o "The Voice+", e a mudança de programa renderá a ele maiores ganhos financeiros por conta do merchandising.

"Sendo bem sincero, a gente trabalha para ganhar dinheiro, e as contas não param de chegar. Mas, quando recebi o convite, não fiquei preocupado porque tem um monte de merchandising. Fiquei feliz com o desafio. Hoje faço alguns programas na casa além dele: "É de casa", "The voice+"... Em abril fiz 27 anos de Globo. Então, dinheiro é consequência do trabalho", explicou o apresentador em entrevista para Patrícia Kogut, de "O Globo".

Ele revelou ainda que o convite para assumir o programa apareceu em um momento complicado de sua vida: ele perdeu uma de suas cadelas por causa de um raro câncer, além de ter que lidar com a morte de um de seus melhores amigos, Tom Veiga, intérprete do Louro José no "Mais Você". André, inclusive, afirmou que sente falta dele sempre.

"Penso nele todo dia. A gente tenta tirar lição de todas as coisas que acontecem. Mas a perda do Tom foi muito complicada. Ele estava do meu lado. Era um dos meus melhores amigos. A dor é inevitável, o sofrimento é opcional. Então, tenho levado a vida. Tenho que trabalhar, algumas pessoas dependem de mim. O tempo vai curar. Ficam a saudade, a lembrança", lamentou.

Ele prosseguiu: "Apresentar o "No limite", então, veio para me desafiar, me tirar da zona de conforto. Eu acho que, no mundo dos bichinhos, minha cadela está me ajudando. E lá do céu meu papagaio favorito também está olhando por nós", destacou.

Há algumas semanas, André viralizou justamente por conta de sua perticipação no programa de Ana Maria Braga, ao usar um moedor de pimenta gigante. Ele afirmou que se divertiu com os memes.

"Eu já vi vários memes sensacionais com a minha cara. A maioria tem coisas carinhosas, divertidas... Nos de Natal sempre brincam com fotos minhas magro antes da ceia e gordo depois... Me divirto. Eu vejo as interações nas redes assim: se a gente está jogando uma partida de futebol, a torcida xinga e depois solta o grito. As pessoas falam nosso nome porque gostam da gente", filosofou.