PUBLICIDADE
Topo

Ex-apresentadora Pat Beijo diz que fez R$ 50 mil no OnlyFans em uma semana

Patrícia Kiss está no site de conteúdo adulto Only Fans - Reprodução/Instagram
Patrícia Kiss está no site de conteúdo adulto Only Fans Imagem: Reprodução/Instagram

Gabriel Nanbu

Do UOL, em Santos

03/05/2021 04h00

A ex-apresentadora do "Clube da Criança" Patricia Kiss, antes conhecida como Pat Beijo, de 41 anos, fez barulho na última semana por ter começado a vender fotos sensuais no site OnlyFans. Em conversa com o UOL, ela disse que, em uma semana de plataforma, já conseguiu vender o equivalente a R$ 50 mil em assinaturas.

Ela ainda calcula que, em um mês, deve faturar R$ 100 mil.

Morando hoje em Portugal, Patricia tem duas filhas, está em seu quinto casamento, escreveu livros e se diz feliz. Porém, ela imagina que poderia ter se tornado uma grande apresentadora no Brasil - do calibre de Xuxa ou Angélica - caso tivesse continuado na TV. E também acha graça por parte do público ainda se chocar com o fato de fazer fotos sensuais, associando sua imagem à de apresentadora infantil.

Patrícia Kiss mora na Europa desde os 20 anos - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Ainda existe esse estigma. Gente, já tem muito tempo que eu saí da TV e que não trabalho mais com crianças. Pelo amor de Deus, né? É engraçado, parece que a gente não cresce. As pessoas nos veem como criança ainda.

Patrícia tem publicado imagens picantes no OnlyFans - em que fãs pagam assinatura para ver conteúdos exclusivos -, mas nada de nudez: apenas fotos sexy de lingerie e biquíni. O plano, diz ela, é postar fotos de fantasia e fetiches "divertidos" nos próximos dias. Ela considera a empreitada uma "brincadeira que dá muito dinheiro".

A modelo conta que uma parte de seus admiradores são pessoas que acompanharam sua breve carreira na TV, mas a maioria é gente que a conheceu por seu perfil no Instagram, que hoje conta com 520 mil seguidores.

Adoro fazer fotos. Desde pequena sou modelo e estou achando divertido. Há muita interação e a maioria das pessoas é educada. Há mulheres que me seguem também.

Vida em Portugal

Patrícia se mudou para a Europa com 20 anos de idade, depois de desistir de seguir carreira no entretenimento no Brasil. Ela conta que foi ao Velho Continente a passeio, mas que, no primeiro dia de viagem, conheceu o homem que seria seu primeiro marido. Acabou ficando por lá.

A modelo morou na Suíça e na Itália antes de se mudar para Portugal há quatro anos. Tem duas filhas, Caroline, de 20 anos, e Valentina, de 4 anos. Atualmente, ela está casada com o empresário do ramo imobiliário Álvaro Mesquita.

Fora o mais novo "bico" no OnlyFans e o trabalho como influenciadora no Instagram, pelo qual faz publicidade de cosméticos e roupas, Patrícia se ocupa com a pesquisa de imóveis na empresa do marido e escreve.

Ela é autora de três livros, que falam sobre relacionamentos amorosos e sedução, e está preparando o quarto, um livro de receitas baseado em experimentos "gordos" que realizou durante a pandemia. "São receitas nada fitness", confessa.

Formada em estética, ela gosta de estudar sobre o assunto.

Já coloquei próteses de silicone e já diminuí, pois ficaram pesadas demais. Também apliquei botox no rosto e fiz lipoaspiração para melhorar coisas pontuais. Sempre fui magra e não tive de fazer dietas loucas.

Clube da Criança

Patrícia diz se lembrar com carinho do tempo em que apresentou o "Clube da Criança", na extinta TV Manchete. Ela assumiu o posto de comandante do programa depois de Xuxa, Angélica e Mylla Christie.

Seu famoso bordão "pat beijo", que era enviado pelas crianças da plateia para pais e amiguinhos, conta Patrícia, foi inventado por ela mesma nos primeiros programas.

Eu pensei em remeter ao Batman, que tinha suas 'batcoisas'. Eu pensei, esse é o meu planeta, então tudo é 'pat alguma coisa' também. Daí nasceu o 'pat beijo'.

Ela lembra que, depois que seu programa acabou na Manchete, tentou emplacar em outras emissoras, mas sofreu assédio de diretores e se desiludiu com a televisão.

"A Manchete foi uma experiência maravilhosa. Tive experiências ótimas, e a equipe era como uma família. Quando saí de lá, percebi que a TV não era aquele conto de fadas."

Ela acredita que tinha potencial para ser grande como as antecessoras Xuxa e Angélica. No entanto, crê que, por não ter assinado com um empresário de renome na época, desperdiçou oportunidades.

Foram erros de uma criança, e a gente não pode se punir por isso. Eu estaria de jatinho, milionária. Tinha tudo para isso. Tinha a imagem e tive as oportunidades, mas faz parte da vida. Hoje, tenho uma vida muito feliz.