PUBLICIDADE
Topo

Grazi lembra ajuda de travestis no início da carreira: 'Tenho orgulho'

Grazi Massafera no "Altas Horas" - Reprodução Globo
Grazi Massafera no "Altas Horas" Imagem: Reprodução Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/05/2021 11h12Atualizada em 09/05/2021 15h50

Grazi Massafera, de 38 anos, relembrou ontem o início de carreira como modelo e ficou grata por ser apoiada por amigos gays e travestis.

"Teve uma época, apesar de a minha casa ser um ambiente machista, os meus amigos travestis e gays me ajudavam. Eu ia para os concursos de beleza e usava roupas deles. Eu descoloria o cabelo, tirava toda sobrancelha e fiquei um tempo com essa referência de beleza. Enfim, teve esse processo e eu tenho orgulho disso", disse Grazi Massafera em participação no "Altas Horas".

Ao falar de autoestima, a atriz aproveitou para emendar em uma homenagem à sua mãe, que lhe ensinou a ser forte e dedicada ao trabalho.

"Fala-se muito de autoestima hoje em dia, estamos numa era que isso é muito complicado. Minha mãe sempre me estimulou e me preparou para ser quem eu sou. Autoestima em casa nunca foi sobre aparência, sempre foi sobre quem eu sou. E isso foi muito bom e eu sempre me fortaleci como pessoa através desse estímulo da minha mãe. Hoje em dia eu converso muito com a Sofia, principalmente, agora na pandemia", dissertou.

"Outra coisa que eu herdei da minha mãe foi a vontade de trabalhar, eu sempre trabalhei bastante e isso nunca foi motivo de culpa com a minha filha, mas com 3 meses eu doei minha licença maternidade para fazer uma novela — deu um pouco de culpa —- mas mantive o estímulo de sempre ser uma mulher batalhadora", completou Grazi Massafera.

Grazi Massafera nos tempos de modelo - Reprodução Globo - Reprodução Globo
Grazi Massafera no "Altas Horas"
Imagem: Reprodução Globo