PUBLICIDADE
Topo

'Não sou forte como todo mundo diz', lamenta mãe de Paulo Gustavo em missa

Dona Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, se emociona na missa de 7º dia do ator - Reprodução/Multishow
Dona Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, se emociona na missa de 7º dia do ator Imagem: Reprodução/Multishow

Do UOL, em São Paulo

11/05/2021 20h09

Dona Déa Lúcia, mãe do humorista Paulo Gustavo, que morreu semana passada em decorrência da covid-19, chorou na missa de 7º dia do ator, realizada hoje no Rio, e disse que acredita na fé em Deus.

Ao discursar após a amiga Susana Garcia, a filha Juliana Amaral e o genro Thales Bretas, Dona Déa afirmou que Deus é o que lhe dá forças após a morte do filho. Paulo Gustavo permaneceu quase dois meses internado no Hospital Copa Star.

"Eu não sou forte como todo mundo diz, a minha força está em Deus. Eu peço a Ele todo dia. Eu creio e aceito na partida do meu filho, mas peço que me Ele me ajude. Me dê forças no meu coração. Eu não sou forte, é a fé", disse Déa durante a cerimônia.

"Foram 54 dias de sofrimento, mas vocês me ajudaram. Um beijo no coração de cada um de vocês queria deixar um beijo pra cada um dos fãs que rezaram para que ele ficasse curado", lamentou ainda Dona Déa, chorando.

A mãe do ator cantou "Fascinação" em homenagem ao filho e lembrou de quem perdeu familiares para a doença.

"Eu me coloco de joelho por todas as mães que perderam seus filhos por essa maldita doença. Com cada morte eu sofro, porque é muito triste. Nenhum filho deveria ir embora antes da mãe. Um beijo e obrigada por vocês estarem aqui comigo."

"Ele se curou. Ele foi embora, ele curou totalmente. Ele está lá em cima olhando por nós."

O evento aconteceu no Corcovado e foi transmitido ao vivo no Multishow.

Thales afirmou em seu discurso que o casal ainda tinha muitos planos, que foram interrompidos pela covid-19. Ele falou que vai criar os filhos com os valores do "papai Gustavo": generosidade, compaixão, amizade.

Assistiram à celebração amigos de Paulo Gustavo como Ingrid Guimarães, Fábio Porchat e Samantha Schmütz.

Amigos e família celebram missa de sétimo dia de Paulo Gustavo