PUBLICIDADE
Topo

Roteirista fala sobre Paulo Gustavo: 'Dor vai se transformar em saudade'

Paulo Gustavo e o roteirista Fil Braz - Reprodução/Instagram
Paulo Gustavo e o roteirista Fil Braz Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/05/2021 09h38Atualizada em 17/05/2021 09h40

Fil Braz, roteirista que acompanhou Paulo Gustavo em boa parte de sua carreira na televisão e no cinema, falou sobre o ator, morto aos 42 anos no começo do mês, vítima de complicações relacionadas a covid-19.

Em uma mensagem escrita para Mônica Martelli, também amiga de Paulo e que completa 53 anos hoje, o escritor fez questão de relembrar o humorista."Mônica, querida, você e sua irmã são presentes que PG (apelido de Paulo Gustavo) — sempre generoso — me deixou! Esse ano, o 17 de maio é mais do que o dia do seu aniversário, é dia de fazer um compromisso de fé, de assinarmos um termo prometendo estarmos juntos e nunca esquecermos desse amigo, desse amor, desse artista", começou ele.

Fil prosseguiu: "De honrarmos a memória dele produzindo desde uma tarde de café, uma noite de vinhos, até um filme, uma série, uma peça. Adoro você! Sou seu fã! Te desejo muita saúde, muito amor, muitas felicidades, e vacina! Essa dor vai passar e — como ele mesmo me disse na passagem do meu pai — vai se transformar numa saudade gostosa e nós, amigos, e família dele, estaremos juntos gargalhando como nessa foto linda de vocês!", finalizou.

Ao lado de Paulo Gustavo, Fil Braz escreveu o show "Hiperativo", os três filmes de "Minha Mãe é Uma Peça" e vários episódios de "Vai que Cola" e "220 Volts", todos estrelados pelo ator.