PUBLICIDADE
Topo

Despedida de MC Kevin tem 'clima de baile', com aglomeração e choro de fãs

Guilherme Lúcio da Rocha

Do UOL, em São Paulo

18/05/2021 07h45Atualizada em 18/05/2021 10h48

Família, amigos e fãs do MC Kevin se despediram do cantor hoje, na quadra da escola de samba Vila Maria, na zona norte de São Paulo, que morreu na noite de domingo. A cerimônia, que foi aberta ao público, teve comoção dos presentes e um clima de baile funk nas ruas.

O corpo do cantor deixou o local por volta das 9h de hoje. Durante a saída do caixão, os fãs e amigos aplaudiram, fizeram bololô e soltaram fogos em sua homenagem.

A reportagem chegou na quadra por volta das 3h e as filas davam volta no quarteirão, com aglomeração de pessoas no portal principal de acesso. Nas esquinas, barracas vendiam bebidas alcoólicas, carros de som tocavam músicas do MC Kevin e motos faziam o chamado bololô, som causado pelo giro do motor do veículo.

Antes da abertura dos portões, Yudi Tamashiro tomou a palavra e prestou uma homenagem ao amigo rezando e puxando uma salva de palmas ao MC. Yudi perdeu o pai para covid-19 em março deste ano.

Velório de MC Kevin provoca comoção em São Paulo

O público começou a entrar na quadra da escola pouco depois das 4h. Algumas pessoas tentaram forçar a entrada no local e houve um princípio de tumulto, com correria e empurra-empurra.

Com a entrada autorizada aos poucos, os fãs passavam pelo caixão do cantor e davam um último adeus. Era proibido fotografar ou filmar o momento. Muitas pessoas choravam durante o trajeto que durava cerca de 15 segundos. Do lado de fora, diversas pessoas estavam sem máscara, mas só era permitida a entrada no local com a proteção.

Com o dia clareando, por volta das 6h30, as filas voltaram a aumentar. Para tentar espantar o frio, as pessoas que aguardavam do lado de fora da quadra batiam na palma da mão e cantavam sucessos do cantor como "Pra Inveja É Tchau" e "Cavalo de Tróia".