PUBLICIDADE
Topo

Neto de presidente da ditadura, Paulo Figueiredo pede demissão da Jovem Pan

Paulo Figueiredo, à direita, disse ter pedido demissão da rádio por "divergências editoriais" - Reprodução
Paulo Figueiredo, à direita, disse ter pedido demissão da rádio por 'divergências editoriais' Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

18/05/2021 17h09

O comentarista político Paulo Figueiredo Filho anunciou hoje seu pedido de demissão da Rádio Jovem Pan, por "divergências editoriais com seu diretor de jornalismo".

Paulo é neto de João Figueiredo, último presidente da ditadura militar. Nas redes sociais, ele prometeu um vídeo explicando as circunstâncias de sua saída da rádio e "dando nome aos bois (ou ao boi)".

No Instagram, ele compartilhou um vídeo em que negou a existência do suposto "orçamento secreto" do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O "orçamento secreto" seria um esquema de compra de apoio político revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo. Na postagem, Paulo diz que "expôs algumas verdades acerca de uma falsa premissa" colocada pelo apresentador: