PUBLICIDADE
Topo

Pink fala sobre rivalidade com Britney Spears e Christina Aguilera

Cantora Pink no People"s Choice Awards - Emma McIntyre/E! Entertainment/NBCU Photo Bank via Getty Images
Cantora Pink no People's Choice Awards Imagem: Emma McIntyre/E! Entertainment/NBCU Photo Bank via Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/05/2021 10h39Atualizada em 18/05/2021 10h39

A cantora Pink relembrou recentemente do escrutínio e das comparações que ela e outras cantoras pop sofreram no começo de suas carreiras. Com Britney Spears e Christina Aguilera, Pink vivia uma rivalidade que era alimentada pela imprensa e parte do público da época - algo que ela lamenta até hoje.

"Era tão injusto com todas as garotas", relembra Pink, em uma entrevista recente à revista PEOPLE. Na época, por conta do seu estilo rebelde, a cantora era vendida como a antítese das princesinhas do pop e chegou a ser chamada de "anti-Britney" pela mídia, algo que ela nunca aprovou: "nenhuma de nós queria aquilo. "

Em seu novo documentário "P!nk: All I Know So Far" para a Amazon Prime Video, a cantora mostra um vislumbre raro da sua vida por trás das cortinas de sua tour, onde é acompanhada por sua família: "eu era tipo, 'Cara, eu sou uma punk das ruas, eu ando de skate. Isto não precisa ser anti-Britney. Eu não quero brigar com ninguém'. Eu amo a Britney - ela costumava carregar o meu álbum", diz a cantora de 41 anos.

Pink conta que recebeu um conselho precioso do executivo musical L.A. Reid, que foi importante para a sua trajetória de duas décadas de estrelato: "Uma das melhores coisas que L.A. Reid já me disse foi que esta indústria musical é grande o suficiente para todo mundo ganhar ao mesmo tempo. Não existe competição", diz ela. "Acredito que navegamos através dele tão bem quanto uma garota de 20 anos podia. Hoje acho que é totalmente diferente. Garotas apoiam garotas e eu acho isso radical - adoro ver."

A cantora pop ainda compartilhou os artistas mais jovens que escuta atualmente: a estrela revelação Olivia Rodrigo, a quem foi apresentada graças a sua filha Willow, de 9 anos.

"Adoro cantar 'Drivers License' com a minha filha", conta, "Ela e as amiguinhas de 12 anos me contaram tudo o que rolou entre aqueles três! ", brinca, referindo-se aos rumores de que a música seria para o ex-namorado da Joshua Bassett and Sabrina Carpenter.