PUBLICIDADE
Topo

Juliette nunca viveu relação aberta, mas não descarta: 'Talvez eu evolua'

Juliette - Reprodução/Instagram
Juliette Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/06/2021 11h55

Juliette campeã do "BBB21", disse que nunca teve um relacionamento aberto, que todos os seus namoros foram monogâmicos, mas que não descarta a possibilidade de um dia viver uma relação aberta e que admira quem consegue.

Durante participação no "Escuta, Maria Clara", o podcast da Marie Claire, a paraibana falou sobre relacionamento e garantiu estar solteira, em "busca de um novo amor".

"Agora estou solteira solteiríssima e em busca de um novo amor. Mas vai demorar, vou ter que resolver muita coisa antes, estou com a agenda lotada", disse.

Juliette disse que só teve dois relacionamentos sérios na vida, e que ambos eram monogâmicos. A paraibana elogiou quem consegue viver uma relação aberta e disse não ser tão evoluída ainda, e revela ter um "medinho", mas não descarta a possibilidade de tentar.

"Eu ainda não me acho evoluída a esse ponto. Nunca tive um relacionamento aberto. Paquera aberta eu sempre tive, inclusive dizia para as amigas ficarem, fazia propaganda e incentivava, mas meus namoros foram monogâmicos. Talvez eu evolua tanto que chegue a esse ponto. Ainda estou no pré-escolar na evolução nesse ponto, mas acho o máximo, admiro quem consegue", e continua. "Tem que ter um acordo, se os dois estiverem bem, tranquilos e conscientes... Agora, não vou mentir que eu teria um medinho", confessa a advogada.

juliette -  -

A maquiadora também falou sobre como a terapia ajuda a lidar com os sentimentos e a sua nova realidade.

"Comecei a fazer terapia pra terminar meu primeiro relacionamento. Confesso que agora tenho novos problemas para resolver, são sentimentos novos, muito medo. Nunca imaginei que eu fosse tão medrosa", conta.

Ontem, a paraibana fez sua estreia como cantora na live "Arraial do Gil", de Gilberto Gil e se emocionou. Juliette foi recebida pelo cantor ao som de "Paraíba", sucesso de Luiz Gonzaga em referência às mulheres de seu estado.