PUBLICIDADE
Topo

Roger Waters responde proposta de Mark Zuckerberg: 'Vá se F****'

Mark Zuckerberg queria um acordo para usar a música "Another Brick in the Wall" - Leo Caobelli/UOL
Mark Zuckerberg queria um acordo para usar a música "Another Brick in the Wall" Imagem: Leo Caobelli/UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/06/2021 09h09Atualizada em 14/06/2021 16h23

Um dos maiores clássicos da banda Pink Floyd é a música "Another Brick in the Wall", e muitas marcas querem usá-la em suas campanhas. Uma delas foi do dono do Instagram e Facebook, Mark Zuckerberg que pediu os diretos de usar o hit em um acordo milionário.

O músico Roger Waters respondeu publicamente a essa proposta, durante sua participação na conferência "Free Assange Forum", no último sábado (12), que quer ajudar a liberar o jornalista australiano Julian Assange.

Roger - Ernesto Ruscio/Getty Images - Ernesto Ruscio/Getty Images
Roger Waters responde o magnata do Facebook
Imagem: Ernesto Ruscio/Getty Images

Bem direto, o artista contou a todos sobre a proposta feita pelo bilionário. "É uma carta do Mark Zuckerberg destinada a mim. Chegou hoje de manhã, com uma oferta de muito, muito dinheiro. A resposta é vá se f****! Nem f******! E só exponho isso porque há um movimento incessante deles pela posse de absolutamente tudo", disse Waters enquanto mostrava o convite para todos da conferência. Confira o momento:

O cantor ainda leu alguns momentos da proposta, que dava ao magnata da internet o direito de usar o hit do jeito que ele quisesse. Ele destacou também o trecho dizendo que "sentimento central dessa música ainda é muito predominante e necessário hoje".

Errata: o texto foi atualizado
Uma versão anterior deste texto afirmava que Julian Assange é sueco. Na verdade, o ativista nasceu na Austrália. A informação já foi corrigida.