PUBLICIDADE
Topo

Datena se irrita ao vivo com barulho da produção: 'Dá pra fazer um show'

Brasil Urgente: Datena dá bronca na produção - Reprodução/TV Bandeirantes
Brasil Urgente: Datena dá bronca na produção Imagem: Reprodução/TV Bandeirantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/07/2021 17h06Atualizada em 26/07/2021 19h12

O apresentador José Luiz Datena, de 64 anos, se incomodou com uma conversa de bastidores da produção durante uma entrevista ao vivo no "Brasil Urgente", na tarde de hoje, e deu uma bronca nos profissionais.

Enquanto conversava com o Major Palumbo sobre o trabalho dos bombeiros em um resgate, o apresentador do jornalístico da Band se irritou com o barulho vindo de trás das câmeras e pediu silêncio de forma irônica.

"Ou, não sei se tem alguém contando piada, mas tem alguém rindo aqui. Se vocês quiserem contar aqui, dá pra fazer um show aqui", disparou Datena aos profissionais, que não estavam sendo filmados.

Os profissionais, aparentemente, ficaram em silêncio e Datena seguiu a conversa com o convidado do "Brasil Urgente".

Recorrer a processo

Na última semana, o apresentador José Luiz Datena comentou no "Brasil Urgente" a decisão da Justiça de São Paulo que determinou que ele pague uma indenização de R$ 5 mil por danos morais a um policial militar, conforme noticiou o jornalista Rogério Gentile em sua coluna no UOL.

Ele afirmou que ainda vai recorrer e se defendeu: "Fui condenado por defender um colega meu e assim farei até a morte".

Eu não fui condenado a indenizar a Polícia Militar por ofensa coisa nenhuma. Eu disse que o cara não tem o equilíbrio necessário para usar uma farda da Polícia Militar. E eu continuo achando isso, e é por isso que nós vamos recorrer.

"Como cabe recurso, eu tenho direito a recurso. Eu fui condenado porque, quando a gente foi fazer um acidente, e a gente colabora pra caramba com o Corpo de Bombeiros, veio um cidadão e empurrou o nosso cinegrafista ostensivamente. Não sei por que o nosso cinegrafista e nem a Band não fizeram boletim de ocorrência sobre isso. Empurrou ostensivamente o nosso cinegrafista com o argumento de que ele não podia ficar naquele local, que era perigoso", disse Datena ao vivo.

Em agosto do ano passado, após um acidente no centro de São Paulo, Datena chamou o policial de desequilibrado e o acusou de agredir um cinegrafista da TV Bandeirantes.