PUBLICIDADE
Topo

Orlando Drummond, o Seu Peru da 'Escolinha', morre aos 101 anos

Do UOL, em São Paulo

27/07/2021 18h20Atualizada em 27/07/2021 21h04

O ator e dublador Orlando Drummond, mais conhecido por viver o Seu Peru na "Escolinha do Professor Raimundo", morreu hoje na casa dele, no Rio, aos 101 anos, em decorrência de falência múltipla dos órgãos, informou a Rede Globo.

Drummond ficou internado de abril a junho deste ano no hospital Quinta D'Or, na zona norte do Rio de Janeiro, para tratar um quadro grave de infecção urinária.

A jornalista Marina Andrade, sobrinha-neta do ator, lamentou a morte. "Valeu cada segundo, da minha infância ao último papo nos 100 anos. Tio Orlando forjou o meu humor. Descansa depois de muita luta. Mandem muito amor para Glória, minha tia-avó e esposa de Drummond, filhos Orlandinho e Lenita e os tantos netos e bisnetos", disse no Twitter.

Já o Neto do ator, Felipe Drummond, escreveu um texto emocionante sobre o avô.

"Qual o tamanho de um homem? Quando tenho minhas primeiras lembranças do meu avô logo me o ocorrem as risadas. Lembro do homem forte, bonito, bem-humorado e admirado por todos onde chegava. Vovô sempre foi o meu herói. Por muito tempo eu achei que isso estava ligado ao fato de ter seguido a mesma carreira que ele. Vovô me deixou a maior paixão que tenho. Trabalhar com dublagem, dar continuidade ao seu legado, sempre foi motivo de muito orgulho e de uma responsabilidade imensa [...] Vovô sempre remeteu a coisas boas a todas as pessoas e a todos os lugares que chegava. Que pena te ver partir meu avô. Que pena saber que o mundo perde mais um pouquinho de brilho. Que pena saber que o mundo perde mais um pouquinho de graça. Por aqui seguiremos honrando tudo aquilo que você sempre viveu. Amor. Humor. Orlando Drummond é infinito. Te amo meu avô."

Em junho, ele foi homenageado pelos netos nas redes sociais para celebrar o Dia do Dublador. Com fotos ao lado do ator, eles compartilharam declarações à carreira e a Orlando.

"Quem vê de fora até pensa que o Dia do Dublador é quase um Natal aqui em casa, né? A gente não chega a tanto, mas é sempre um momento bacana para homenagear meu avô, meus irmãos, Alexandre e Eduardo Drummond, e meus colegas profissionais", escreveu Felipe Drummond.

Em maio, o neto afirmou que a saúde do dublador era de "altos e baixos' pela idade dele. "Muita gente perguntando sobre o vovô. É um processo de altos e baixos. O vovô já tem mais de 100 anos.

Obrigado pelo carinho de todos vocês", agradeceu Felipe, na ocasião.

Carreira gigante

Uma das vozes mais icônicas do entretenimento brasileiro, Orlando Drummond marcou várias gerações ao dar vida para personagens da comédia, como o Seu Peru, da "Escolinha do Professor Raimundo", ou emprestar sua voz para dublagens de Alf ETeimoso, Gargamel, Scooby-Doo, Popeye e Vingador.

Nascido no Rio de Janeiro em 18 de outubro de 1919, Orlando Drummond Cardoso iniciou sua carreira como contrarregra, em 1942. A proximidade com a TV e o potencial o levaram a trabalhar como ator e posteriormente dublador, a partir de 1950. Seu personagem mais marcante da TV é Seu Peru, criado em 1952 para o embrião da "Escolinha" comandada por Chico Anysio ainda como programa de rádio.

Em 2019, quando a TV Globo recriou a "Escolinha do Professor Raimundo" com novos atores, Orlando Drummond compareceu a uma das gravações, contracenou com seu sucessor, Marcos Caruso, e elogiou o colega

"Não tem preço. Enquanto eu estiver vivo, estarei presente com muito amor e carinho. Obrigado, obrigado, obrigado. Estava magnífico, igualzinho a mim. Nota dez! O mais parecido dos personagens foi ele. Gostei do programa todo, porém mais dele, por ficar parecido comigo mesmo, me imitou. Fez muito bem, maravilha. Já tenho um substituto".

Como bem lembrou Mauricio Stycer, colunista do UOL, o papel de Seu Peru chegou para Drummond por acaso, já que estaria destinado a outro ator.

Orlando Drummond no papel do "Seu Peru" - reprodução/YouTube - reprodução/YouTube
Orlando Drummond no papel do "Seu Peru"
Imagem: reprodução/YouTube

Voz única na dublagem

Embora seja uma voz frequente em tantos personagens da dublagem, Orlando Drummond criou modulações únicas e deu personalidade para cada um daqueles a quem emprestou sua voz. Seja na estabanada e sempre imitada voz do cachorro Scooby Doo quanto com o musculoso marinheiro Popeye.

A voz de Drummond certamente se destacou também entre os vilões quando ouvimos a ríspida e ameaçadora voz de Vingador em "A Caverna do Dragão" ou o temível Gargamel de "Os Smurfs". E como não se lembrar do atrapalhado ETeimoso Alf com sua voz fanha?

Entre tantos trabalhos de voz memoráveis, também fez o Gato Guerreiro de He-Man, o Corujão do Ursinho Pooh, e as dublagens em filmes do Imperador Palpatine em "Star Wars: O Retorno de Jedi" e do Capitão de "Titanic", vivido nas telonas por Bernard Hill.

Elenco da Escolinha cantou parabéns a Orlando Drummond por seus 100 anos - Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo
Elenco da Escolinha cantou parabéns a Orlando Drummond por seus 100 anos
Imagem: Reprodução/TV Globo

Até bloco de Carnaval

Mesmo afastado dos trabalhos, sempre foi presença garantida no "Diversão Brasileira", um bloco de Carnaval realizado na praça Xavier de Brito, na Tijuca, no Rio de Janeiro. Quando completou 100 anos, em 2019, ele foi homenageado pelos foliões.

"Tô chegando chegando ai pessoal! Qualquer dúvida use-me e abuse-me", disse antes de curtir a homenagem vestido de Seu Peru e com uma camiseta com seus principais personagens estampados.

Orlando Drummond deixa a esposa, Glória Drummond, com quem era casado desde 1951, 2 filhos, 5 netos e 3 bisnetos.